Futebol/Campeonato Paranaense - ( - Atualizado )

Atlético-PR sub-23 vence Nacional em casa e assume liderança

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O time sub-23 do Atlético Paranaense venceu o lanterna Nacional, de Rolândia, por 2 a 0, no Eco Estádio Janguito Malucelli, e com seis pontos ganhos chegou à liderança do returno do Campeonato Paranaense 2013. O Rubro-Negro tem a mesma campanha do J.Malucelli, mas leva vantagem no critério de cartões vermelhos.

O Furacão abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo, com Douglas Coutinho, que tocou na saída do goleiro para balançar as redes. Depois do intervalo, o time da casa perdeu uma série de oportunidades, desperdiçando a chance de aumentar seu saldo de gols. Até que, aos 31 minutos, Marcos Guilherme, de cabeça, definiu a contagem.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense tem o clássico diante do Paraná Clube, domingo, a princípio na Vila Capanema, cujo gramado não tem condições para a prática do futebol. Já o Nacional volta a campo no mesmo dia para encarar o Londrina no Estádio Erich Georg, em Rolândia.

O jogo – Com a pior campanha da competição, o NAC precisava buscar pontos em casa para iniciar a luta contra o rebaixamento. Aos três minutos, Doriva cobrou falta forte e Santos agarrou firme no meio do gol. O time da casa tinha maior posse de bola e se defendia bem, impedindo o progresso do Furacão. Aos oito minutos, Léo Pereira arrematou e carimbou a defesa.

Sem conseguir penetrar na defesa do Nacional, o Atlético levou seu primeiro grande perigo em cobrança de falta de Hernani, aos 17 minutos, obrigando Vinícius a se esticar todo para ceder escanteio. Mas, aos 23 minutos, Douglas Coutinho recebeu lançamento de Bruno Pelissari, sem marcação, e tocou na saída do goleiro para balançar as redes.

O Rubro-Negro subiu de produção e passou a dominar as ações, embora sem criar. Aos 27 minutos, Léo abriu espaço e arriscou o chute pela linha de fundo. Gustavo tentou responder, aos 36 minutos, e parou em grande defesa de Santos, que impediu o empate. Aos 40 minutos, Doriva cobrou falta e o goleiro atleticano pegou mais uma.

Na segunda etapa, o NAC começou assustando, logo no primeiro lance, com Thiago Henrique, na cara do gol, sozinho, arrematando para fora, desperdiçando uma chance incrível. Aos seis minutos, Bruno Flores invadiu a área e chutou cruzado, em cima da zaga rubro-negra. Aos 10 minutos, Bruno Pelissari cobrou falta na área e a zaga afastou antes da chegada de Bruno Costa.

Júnior de Barros teve a chance de ampliar, aos 13 minutos, após passe açucarado de Hernani, com um chute no cantinho e Vinícius foi buscar. O Atlético abusava da arte de perder gols feitos. Aos 18 minutos, Junior de Barros recebeu na cara do gol e arrematou em cima do goleiro. Aos 20 minutos, o atacante recebeu outro ótimo passe e cochilou, sendo facilmente desarmado.

A chuva aumentou no Janguitão e o ritmo diminuiu. Até que, aos 31 minutos, Marcos Guilherme recebeu cruzamento e escolheu o canto para desviar para as redes, de cabeça. Aos 35 minutos, Marcos Guilherme ajeitou e Douglas Coutinho completou para defesa de Vinícius. Com a vitória definida, o Atlético administrava a vantagem. Aos 40 minutos, Vitor apareceu na área após vacilo da defesa atleticana e foi desarmado na hora certa, sem conseguir descontar para o lanterna.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade