Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Brasileiros vibram com empate conquistado aos 44 do segundo tempo

Londres (Inglaterra)

O técnico Luiz Felipe Scolari e seus jogadores gostaram da atuação da Seleção Brasileira no empate por 1 a 1 com a Rússia, nesta segunda-feira, em Londres. Quase todos preferiram minimizar as dificuldades enfrentadas pela equipe na partida e valorizar o resultado obtido aos 44 minutos do segundo tempo.

“O que me satisfez foi o poder de reação da equipe, a forma de jogar. O time tomou o gol e não se desesperou. Criamos a chance de empatar e tudo o mais. Foi um bom jogo. Tivemos uma participação muito boa”, avaliou Felipão.

A opinião do treinador foi contrariada por parte do público presente no Estádio Stamford Bridge, que chegou a vaiar o Brasil em alguns momentos do jogo. A jogada construída por Hulk e Marcelo e concluída por Fred no final da partida amenizou as manifestações.

AFP
Brasileiros festejaram muito quando finalmente conseguiram marcar um gol na seleção russa
“O importante é que a gente não perdeu a calma. Tivemos tranquilidade para jogar depois de sofrer o gol. Devemos tirar isso de lição para o futuro”, disse o zagueiro Thiago Silva, que voltou a ser titular no lugar de Dante. “Nosso time está realmente preparado. Desde a derrota para a Inglaterra, estamos apresentando grande crescimento”, completou o atleta do francês Paris Saint-Germain.

Para o volante Hernanes, o bom momento que a seleção russa atravessa também deve ser levado em consideração ao analisar a atuação do Brasil. “Empatamos na raça contra um time que marca muito bem. Sabíamos que seria um jogo difícil. Depois que eles marcaram um gol em contra-ataque, a situação ficou mais complicada ainda. Mas a equipe se portou bem para buscar o resultado. Foi um bom teste”, aprovou.

Já o atacante Hulk, que entrou bem no segundo tempo e apagou a má impressão deixada no empate por 2 a 2 com a Itália, apostava na vitória brasileira contra os russos. “Dava para ter ganhado. Fomos atrás do resultado até o último minuto. Não tinha bola perdida para a gente. Fico feliz por ter representado o País mais uma vez. É uma honra. Infelizmente, não demos a vitória que os brasileiros queriam”, comentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade