Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Carleto se sente mais respeitado e acredita estar perto de vaga

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O lateral esquerdo Thiago Carleto voltou ao São Paulo no início desta temporada e alega ter uma postura bem diferente de quando deixou o clube para ser emprestado. Depois de ter sido cedido a Olímpia (do Paraguai) e América-MG, o ala foi campeão brasileiro de 2012 pelo Fluminense e acredita que voltou ao Morumbi com um status diferente.

“Acho que sou mais respeitado agora. Não é qualquer jogador que tem o privilégio de jogar no elenco do Fluminense. Eu participei e tive confiança do treinador (Abel Braga), que me ajudou muito. Fiquei mais maduro, sendo campeão brasileiro, carioca e da Taça Guanabara”, comentou.

Carleto foi contratado pelo São Paulo em 2010, mas, na época, não conseguiu espaço no clube. Depois dos empréstimos, o jogador explica que evoluiu e aprendeu a ter mais paciência para esperar sua vez de jogar.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Carleto foi campeão brasileiro pelo Fluminense e explica que aprendeu a ter mais paciência
“Procuro manter minha cabeça no lugar, mostrei que voltei diferente, não sou a mesma pessoa de antes. Tenho condições de jogar e acho que estou mostrando. Mas cabe ao professor ter a melhor opção. Estou mais profissional e sabendo aquilo que quero, respeitando sempre as pessoas que estão acima de mim. Hoje, escuto mais do que falo”, afirmou.

Diante das críticas direcionadas por parte dos são-paulinos a Cortez, que é atualmente o titular, Carleto se anima na esperança de ganhar seu espaço, mesmo defendendo o colega.

“No ano passado, ele jogou 73 partidas bem e não foi questionado em nenhum momento”, afirmou, antes de completar. “Jogador trabalha para jogar, e não para ser reserva. Nos treinos e jogos, acho que tenho demonstrado. Acredito que estou perto (de ser o efetivo), mas, enquanto não chegar, vou continuar respeitando”.

O lateral esquerdo, que revela ter sido elogiado por Ney Franco depois da participação contra o São Caetano, vai ter mais uma chance neste domingo, diante do Penapolense, pelo Campeonato Paulista, já que o treinador vai poupar os titulares para a Copa Libertadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade