Futebol/Eliminatórias 2014 - ( - Atualizado )

Com 4 'brasileiros' em campo, Chile e Uruguai buscam reabilitação

Gazeta Press Santiago (Chile)

Chile e Uruguai se enfrentam nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em Santiago, em um jogo com quatro atletas que atuam no Brasil. Dentro de campo, as duas seleções fazem campanhas irregulares nas Eliminatórias para a Copa de 2014 e precisam vencer para seguir com chances de classificação. Os chilenos somam 12 pontos e ocupam a sexta posição, enquanto os uruguaios estão com 13 pontos ganhos, na quarta colocação.

No Chile, que vem de derrota para o Peru por 1 a 0, o técnico Jorge Sampaoli deve escalar o atacante Paredes na vaga de Alexis Sanchez, que vai cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Paredes, que pertence ao Atlante-MEX, chegou neste domingo à capital chilena para se incorporar ao grupo, contrariando a determinação da diretoria do seu clube, que não queria liberá-lo para a seleção. Ele deve formar a dupla de ataque com Vargas, que defende o Grêmio. Além do atacante,  o zagueiro Marcos Gonzáles, do Flamengo, é outro atelta que estua no Brasil que estará em campo.

No Uruguai, o clima ainda é de frustração pelo empate diante do Paraguai, em Montevidéu, por 0 a 0. Assim, o técnico Oscar Tabárez confirmou a entrada de Matías Aguirregaray na lateral-direita e de Arévalo Ríos no meio-campo. Os dois vão entrar nos lugares de Maximiliano Pereira e Diego Pérez, suspensos por acúmulo de cartões amarelos. Já o ataque seguirá sendo formado por Luis Suárez e Diego Forlán, do Internacional. Cavani segue no banco, equanto o meia Lodeiro, do Botafogo,fecha a conta dos 'brasileiros' no gramador.

Fernando Soutello/AGIF
Lodeiro durante treino do Botafogo; armador será um dos quatro jogadores brasileiro em campo nesta terça
FICHA TÉCNICA
CHILE X URUGUAI

Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile)
Data: 26 de fevereiro de 2013, terça-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (ARG)
Assistente: Diego Bonfa e Gustavo Rossi (ARG)

CHILE: Claudio Bravo; Gary Medel, Marcos González, José Rojas e Eugenio Mena; Carlos Carmona, Charles Aranguiz, Beasejour e Isla; Vargas e Paredes
Técnico: Jorge Sampaoli

URUGUAI: Muslera; Matías Aguirregaray, Lugano, Godín e Álvaro Pereira; Álvaro González, Arévalo Rios, Lodeiro e Cristian Rodríguez; Forlán e Luis Suárez
Técnico: Oscar Tabárez

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade