Futebol Internacional/Eliminatórias Sul-americanas - ( - Atualizado )

Com Montillo, Argentina tenta vitória contra a Bolívia na altitude

Gazeta Press La Paz (Bolívia)

Líder isolada das Eliminatórias Sul-americanas à Copa do Mundo de 2014, com 23 pontos ganhos, quatro a mais do que a Colômbia, a seleção da Argentina vai encarar a Bolívia, nesta terça-feira, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Hernando Siles, em La Paz. Os donos da casa fazem uma campanha muito ruim e ocupam a penúltima colocação, com oito pontos ganhos.

Os argentinos vêm de fácil vitória diante da Venezuela, em Buenos Aires, e podem ser considerados favoritos, até porque a altitude, maior aliada da Bolívia na competição, não tem funcionado a favor dos anfitriões, que fazem uma campanha decepcionante.

O time acaba de sofrer uma goleada para a Colômbia, fora de casa, resultado que deixou a torcida muito desanimada em relação ao confronto com os portenhos. O técnico Xabier Azkargorta deve fazer algumas modificações em relação ao time goleado na última partida, mas só anunciará o time momentos antes da partida.

AFP
Contra a Bolívia, santista Montillo fará sua segunda partida consecutiva como titular da seleção argentina (Foto: Daniel Garcia)
Na Argentina, o técnico Ernesto Sabella não poderá contar com o atacante Higuaín, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, nem com o volante Fernando Gago, vetado pelo departamento médico. O treinador decidiu só definir a equipe no dia da partida, mas garantiu que Lionel Messi não será poupado, como chegou a ser comentado após a vitória sobre a Venezuela.

O volante Banega, que entrou na no lugar de Gago, tem boas chances de começar jogando, enquanto Higuaín pode ser substituido por Palacio.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA X ARGENTINA

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (Bolívia)
Data: Terça-feira, 26/03/2013
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Francisco Mondria e Carlos Astroza (CHI)

BOLÍVIA: Arias (Galarza), Zenteno, Gutiérrez, M. Bejarano e Ronny Jiménez Mendoza; Bracamonte, Nacho García, Mojica e Ramirez;Marcelo Moreno e Saucedo (Arce)
Técnico: Xabier Azkargorta

ARGENTINA: Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Fernández, Garay e Rojo; Banega, Mascherano (Ponzio) e Montillo; Lionel Messi, Lavezzi e Palacio
Técnico: Alejandro Sabella

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade