Futebol/Libertadores - ( - Atualizado )

Com sentimento de derrota, Abel vê perda de dois pontos no Engenhão

Rio de Janeiro (RJ)

O empate diante do chileno Huachipato, por 1 a 1, dentro de casa, pela Libertadores, não agradou Abel Braga. Após um amplo domínio no primeiro tempo, o Fluminense cedeu o empate na etapa complementar e mostrou displicência quando chegou à meta adversária. O treinador acredita que sua equipe conseguiu deixar o jogo fácil no início, mas não soube lidar com isso ao longo do jogo.

“Nós não entramos em campo achando que ia ser fácil, mas nós, no primeiro tempo, deixamos o jogo fácil. E ali poderia ter feito saldo. Foram inúmeras oportunidades e saímos vencendo por um a zero, com gol de pênalti. O adversário não chutou nenhuma bola no primeiro tempo, depois fez o gol e quase virou”, resumiu Abel.

Com um grande volume de jogo, o Fluminense não conseguiu converter sua superioridade em gols. Na entrevista coletiva, Abel não teve palavras para explicar a atuação. “É difícil de explicar. Eu acredito que nem contra o Vasco, ou no primeiro tempo lá no Chile, tenha sido tão bom quanto hoje. Não foi uma ou duas chances, foram várias, e não concretizamos”.

Ainda líder do Grupo 8, o Fluminense poderia terminar o jogo em uma situação muito confortável na competição, em caso de vitória, já que somaria nove pontos e estaria bem próximo da classificação. Desta forma, o comandante tricolor foi enfático e ressaltou que o sentimento após o duelo é de que saiu derrotado de campo.

“Não considero um empate, considero uma derrota, porque nós fomos responsáveis pelo o que aconteceu. Tudo aquilo que nós combinamos foi, maravilhosamente, bem feito, e nós não liquidamos o jogo. Eles se atiraram e marcaram. Fica um sentimento de derrota. Fica o sentimento de todo mundo, nossa e do torcedor”, explicou.

Entristecido, Abel Braga acredita que perdeu dois pontos no Engenhão, depois do time ser punido pelas chances desperdiçadas. “O sentimento é de que nós mesmos nos punimos, pois fizemos tudo certo, não queríamos errar o que erramos. E saímos daqui com a perda de dois pontos”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade