Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Contra o Boavista, Jorginho faz sua estreia no comando do Flamengo

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo vai promover a estreia do técnico Jorginho neste sábado, às 18h30 (de Brasília), quando enfrentará o Boavista no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, pela segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O novo comandante vai ocupar a vaga de Dorival Júnior, demitido por não aceitar uma redução salarial. Ganhar é fundamental para os flamenguistas, que estrearam sendo derrotados por 3 a 2, pelo Resende, de virada.

Jorginho chega com a missão de recuperar a credibilidade perdida por causa dos últimos maus resultados. O treinador sabe que a pressão por bons resultados vai começar já a partir de sua estreia, mas se mostra preparado.

“Posso dizer que conheço bem a pressão que existe no Flamengo, pois joguei aqui de 84 a 89, e passei por muitas situações. Conheço também a força do clube, e percebo em todos uma grande vontade de acertar e fazer o clube conquistar títulos. Portanto, já vou começar contra o Boavista pensando na conquista de uma vitória, como deve acontecer”, disse Jorginho.

Divulgação/Flamengo
Contratado no último fim de semana, Jorginho chega com a missão de conquistar a Taça Rio
O treinador reconhece que teve pouco tempo para preparar a equipe, mas espera um bom resultado.

“Claro que o prazo não é o ideal, mas o Flamengo sempre entrará em campo com a responsabilidade de conquistar o resultado positivo e não vai ser diferente diante do Boavista. Nossas dificuldades serão muitas, pois o adversário costuma dar trabalho e evoluiu. Mas vamos confiantes em fazer a nossa parte e começar de forma vitoriosa o trabalho”, afirmou Jorginho.

Já os jogadores flamenguistas procuraram lembrar da necessidade de uma vitória, pois a fase de classificação da Taça Rio tem apenas sete jogos, e o Flamengo já perdeu uma partida.

“Nós precisamos ganhar de qualquer maneira para não passarmos sufoco na luta pela classificação. Perdemos para o Resende um jogo em que abrimos dois a zero e esperávamos conquistar os três pontos. Infelizmente isso não aconteceu, e a pressão aumenta pela vitória sobre o Boavista. Vamos precisar lidar com isso e conquistar o resultado positivo”, disse o goleiro Felipe.

Em termos de escalação, não dá para cravar qual time vai a campo, pois Jorginho treinou formações diferentes ao longo da semana. Certo é que o treinador não poderá contar com o zagueiro chileno Marcos González e nem com o volante paraguaio Víctor Cáceres, ambos servindo suas respectivas seleções nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil. Além deles, fica de fora o meia Rodolfo, pois este renovou contrato por quatro temporadas, mas o vínculo ainda não foi registrado na CBF.

Divulgação/Flamengo
Primeira semana de Jorginho no Flamengo foi marcada por muitos treinamentos e vários testes no time titular
Boavista tenta recuperação na competição

Pelo lado do Boavista, o time busca a recuperção após derrota de 3 a 2 para o Macaé na estreia na Taça Rio. O jogo contra o Flamengo é tido como muito perigoso pelo técnico Lucho Nizzo.

“É um jogo muito complicado, contra um time que tem um elenco muito forte e que entra na competição sonhando com título. Mas o Boavista está preparado para tentar surpreender e conquistar os três pontos”, disse Lucho.

O Boavista tem muitos problemas para este jogo. Os zagueiros Gustavo e Jorge, expulsos contra o Macaé, cumprem suspensão. Além deles, o lateral direito Ewerton Silva, o zagueiro Marllon e o atacante Erick Flores ficam de fora por causa de uma cláusula contratual, já que seus direitos federativos pertencem ao Flamengo.

“Com tantos desfalques, só vou anunciar o time no vestiário, minutos antes do jogo. Quando se mexe em um nome, tudo bem, mas em cinco é mudar metade do time, algo muito complicado”, disse Lucho, explicando o mistério na escalação.

FICHA TÉCNICA
BOAVISTA X FLAMENGO

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de março de 2013 (Sábado)
Horário: 18h30(de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Assistentes: Marcos do Nascimento (RJ) e Carlos Lima Filho (RJ)

BOAVISTA: Vinicius; Leonardo, Bruno Costa, Carlos Alberto e Paulo Rodrigues; Julio César, Thiaguinho, Tony e Leandro Chaves; Somália e Gilcimar
Técnico: Lucho Nizzo

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Alex Silva, Wallace e João Paulo; Amaral, Cléber Santana, Elias e Ibson; Rafinha e Hernane
Técnico: Jorginho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade