Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Corintianos lamentam ritmo lento e vacilo contra o Penapolense

São Paulo (SP)

Os jogadores do Corinthians admitiram os problemas demonstrados no empate com o Penapolense. Mais uma vez, a equipe do Parque São Jorge abriu vantagem, procurou administrá-la e acabou levando o empate.

“Realmente, os nossos últimos jogos não foram tão bons. A gente começa bem, faz o gol e diminui o ritmo. É preciso ter mais concentração e atenção para manter o ritmo durante toda a partida”, afirmou Paulo André.

Segundo o zagueiro, mesmo sem a ânsia de marcar o segundo gol, o Timão poderia ter evitado o lance que definiu o placar final: 1 a 1. “Não fizemos um bom jogo. Ainda assim, estávamos na frente e tomamos um gol bobo.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
De acordo com o beque Paulo André, um gol bobo impediu o Corinthians de triunfar sobre o Penapolense
A jogada em questão aconteceu aos 30 minutos do segundo tempo. Edenílson teve a oportunidade de cortar o contra-ataque do Penapolense, mas tentou um corte estranho de pé esquerdo e deixou a bola com Fernando, que serviu Silvinho.

“No intervalo, eu falei que a gente não podia errar atrás porque o time deles era perigoso. Em um erro, eles acabaram empatando o jogo”, disse Chicão, que formou dupla com Paulo André pela primeira vez desde a vitória sobre o Chelsea, na final do Mundial, em dezembro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade