Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Cuca aponta qualidades do Strongest e quer Galo com a bola nos pés

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Cuca prevê muitas dificuldades para o Atlético-MG na partida desta quarta-feira, contra o The Strongest, em La Paz. O comandante alvinegro destaca que além de contar com a altitude como fator importante para vencer os jogos em casa, o time boliviano também possui qualidade técnica e muita velocidade.

“Eles têm um time de pura velocidade e de arremates de fora da área, por isso vamos ter que ter cuidado”, disse Cuca, que apesar da cautela, deixa claro que se o The Strongest agredir o Galo, o Atlético-MG não poderá recuar, e revela que se isso ocorrer, o time alvinegro terá que jogar a mil por hora para evitar um revés.

“Se eles vierem para cima, com pressão total, como estão dizendo, a gente vai ter que entrar a mil por hora também”, afirmou Cuca, que quer o Atlético-MG jogando com a bola no pé, sem imprimir a tradicional velocidade, característica do Galo, quando enfrenta os adversários no Independência.

“Se você der um pique demora 25 segundos para se recompor, se der o segundo em cima vai travar. Por isso temos que jogar com a bola no pé, porque se for no lançamento longo não vamos aguentar. A bola tem que ser trabalhada com velocidade, mas de pé em pé”, comentou.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
Para conter velocidade da equipe boliviana, Cuca destacou posse de bola do Atlético-MG

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade