Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Cuca explica troca de Júnior César por Richarlyson e opção por Josué

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG vai encarar o Tupi, domingo, no estádio Independência, mas o técnico Cuca não quis saber de mistério, e divulgou a escalação do Galo com dois dias de antecedência. O treinador confirmou a estreia do volante Josué no lugar de Pierre, suspenso, e a entrada de Richarlyson na lateral-esquerda, ganhando a posição de Júnior César.

“O Richarlyson entrou em Teófilo Otoni e deu o cruzamento para o gol do Ronaldo. Em Patos, ele participou com outro cruzamento na defesa do goleiro que resultou no gol. Então, ele foi decisivo em jogos que participou, não só em lances ofensivos como atrás também. Ele tem um bom tempo de bola aérea e isso é importante para nós, não só nesse campeonato como na Libertadores também. Tem treinado muito bem, está merecendo a oportunidade de iniciar jogando e vai iniciar jogando”, disse Cuca.

O comandante alvinegro afirmou ainda, que para Richarlyson se manter como titular basta continuar repetindo as boas atuações. “Ao natural, depende só dele corresponder bem e se efetivar como titular. O júnior tem toda a confiança minha também e vai recuperar esse espaço que, momentaneamente, ele perdeu. E, assim, aumenta a competitividade e a gente fica com dois excelentes laterais esquerdos”, afirmou.

Além de Richarlyson, a presença de Josué também será novidade no Atlético-MG que enfrenta o Tupi. “Ele veio em condição de jogo, estava jogando, perdeu-se o primeiro volante (Pierre), entra em lugar, como fiz com tantos que já chegaram. Você ouve o jogador, a fisiologia, o jogador quer e é assim que vai acontecer”, declarou.

O Atlético-MG vai encarar o Tupi com a seguinte formação: Victor; Marcos Rocha, Réver, Gilberto Silva e Richarlyson; Josué, Leandro Donizete, Tardelli e Ronaldinho; Bernard e Jô. Cuca afirma que não existe motivos para poupar jogares neste jogo. “Não tem porque preservar porque estamos parados há uma semana. Nosso índice de lesão muscular é porque está tudo sendo muito bem conduzido e os jogadores também estão se cuidando”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade