Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Desconfortável, Ney Franco brinca sobre interferência em entrevista

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Encerrada a atividade em que barrou Lúcio e deu nova chance a Ganso no time titular, Ney Franco concedeu entrevista de 20 minutos no CT da Barra Funda para falar sobre a partida contra o São Bernardo e o momento turbulento - seu e do São Paulo - na temporada. Em alguns momentos dela, admitiu que se sente mal pelas especulações de demissão.

"Fica desconfortável quando toda a imprensa que cobre o clube fala que você está em uma situação desconfortável. Existe, sim, um desconforto", disse, negando, em contrapartida, que isso lhe tire tranquilidade no dia a dia. "Mas em todo lugar que eu chego hoje, no aeroporto ou na rua, o assunto é a situação do São Paulo na Libertadores e minha situação no clube".

Djalma Vassão/Gazeta Press
Semblante do treinador foi tenso, na maior parte dos 20 minutos da entrevista coletiva desta terça-feira
Apesar do clima não tão leve, até pelo semblante do treinador, a entrevista transcorria normalmente, com respostas diretas e sem alimentar polêmicas. A última, que envolvia ele e o zagueiro Lúcio, foi sanada com pedido de desculpa do zagueiro por ter reclamado de substituição. Em determinado momento, porém, uma interferência gerou eco alto-falante da sala.

O problema assombroso no som foi a deixa para descontrair o ambiente. Em tom de brincadeira, a assessoria do clube sugeriu encerrar a entrevista com nove minutos, no que Ney Franco concordou. "Boa ideia", falou, esboçando um raro sorriso.

Resolvida a questão, o treinador voltou a responder as perguntas, incluindo uma que falava justamente sobre a interferência da pressão em seu trabalho. "Da forma como está sendo colocado, interfere. E muito. A gente vê não só o treinador, mas alguns jogadores expostos. Algumas informações sem fundamento. Logicamente isso interfere", opinou.

Nesta quarta-feira, ele busca um pouco mais de conforto no cargo. Com novidades na equipe titular, o São Paulo enfrenta o São Bernardo, no Estádio 1º de Maio, defendendo a liderança do Campeonato Paulista e a tranquilidade para poder se recuperar lá na frente na Libertadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade