Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dunga paga cestas básicas e está liberado para comandar o Inter

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O técnico Dunga acabou nem sendo julgado por sua expulsão diante do Esportivo. Nesta quinta, o Internacional entrou em acordo com o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) e evitou que o treinador fosse julgado. Dunga pagará 15 cestas básicas a entidades assistenciais indicadas pela Federação Gaúcha de Futebol.

A troca foi vantajosa para Dunga: o técnico colorado poderia ser punido com até 12 jogos de suspensão se fosse condenado. Durante a vitória do Inter sobre o Esportivo, pela semifinal, o comandante rubro foi excluído do jogo pelo árbitro Francisco Silva Neto e sugeriu aos microfones que haveria um complô na Comissão de Arbitragem da FGF para expulsá-lo.

Assim, Dunga está liberado para dirigir o Internacional durante toda a Taça Farroupilha. O Inter começa sua caminhada na busca pelo título inédito neste domingo, contra o Canoas, fora de casa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade