Futebol/Bastidores - ( )

Ex-árbitro turco afirma que sorteio da Liga dos Campeões foi armado

Istambul (Turquia)

O livro do futebol teve mais um capítulo polêmico escrito. O ex-árbitro turco Ahmet Çakar, atualmente comentarista esportivo em um canal de televisão no seu país, afirmou que o sorteio das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, realizado no último dia 15, não passou de uma grande farsa da Uefa.

De acordo com Çakar, a entidade máxima do futebol europeu, querendo ‘preservar’ os grandes clubes do continente, evitou que estes se enfrentassem, algo que pode explicar o confronto entre Real Madrid, nove vezes campeão da Champions League, e Galatasaray, que só ostenta um título da Liga Europa.

AFP
Confrontos das quartas teriam sido projetados para evitar que grandes fossem eliminados (foto: Sebastien Feval)
E a suposta armação também foi detalhada por Çakar: durante a cerimônia, sediada na cidade de Nyon (Suíça), as bolinhas que levavam os nomes dos times “vibravam” e orientavam a ordem de retirada, definindo os jogos da próxima fase da competição continental segundo os interesses da Uefa.

Durante o programa Beyaz Futbol, do canal de televisão turco Beyaz, Çakar reproduziu a cerimônia das quartas de final e, curiosamente, sorteou as mesmas partidas marcadas para os dias 2, 3, 9 e 10 de abril. Além de Real e Galatasaray, Borussia, Málaga, PSG, Barça, Bayern e Juve estão na fase.

Uma das teses de Çakar é a de que os duelos sorteados durante a cerimônia oficial foram os mesmos do ensaio. A UEFA ainda não se pronunciou sobre o caso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade