Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Flamenguistas prometem foco e ajuda a Jorginho para espantar crise

Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo tropeçou mais uma vez na Taça Rio e o sinal de alerta foi ligado na Gávea. Apesar da empolgação pela estreia do técnico Jorginho, o time não conseguiu se impor sobre o Boavista no Engenhão e o empate por 0 a 0 deixa o clube em situação complicada na tabela do segundo turno do Campeonato Carioca.

Um dos líderes do elenco, o lateral direito Léo Moura deixou claro que o futuro de Jorginho pode ser o mesmo de Dorival Júnior se o elenco não corresponder dentro de campo. E para iniciar a reação o mais rápido possível, o capitão quer a equipe empenhada para vencer o Bangu na próxima quarta-feira.

“O Jorginho é um cara experiente, amigo e temos que fazer tudo para ajudá-lo. Ele vem com esse propósito (ajudar o time) e temos que retribuir, só assim vai dar certo. Ele disse para levantarmos a cabeça, pois tem um jogo importante na quarta-feira já”, destacou o camisa 2.

Com discurso semelhante, o centroavante Hernane deixou claro que a crise após a eliminação na Taça Guanabara e os tropeços na Taça Rio só será apaga com a dedicação nos treinos. “Quarta tem jogo e precisamos da vitória de qualquer maneira. É só trabalhar que as coisas vão se resolvendo. A equipe está focada e precisa buscar a classificação”, analisou o Brocador.

Para dar moral aos comandados, Jorginho ressaltou a força do elenco e colocou o Rubro-Negro entre os favoritos para conquistar o estadual. Ciente da distância para o primeiro colocado Resende, o treinador pede foco para conquistar a vaga para as semifinais.

“Podemos ser finalistas e depois campeões, senão estaríamos só treinando para a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Acreditamos nisso. O Resende deu uma disparada, mas nada que não possa mudar. É continuar trabalhando. Não tem outra forma”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade