Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Fluminense esquece Libertadores e estreia pela Taça Rio contra Audax

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Sem atuar pela Libertadores até abril, o Fluminense pode se dedicar à Taça Rio. Neste domingo, às 18h30 (de Brasília), o Tricolor das Laranjeiras estreia pela competição contra o Audax no Engenhão.

A equipe comandada por Abel Braga chega ao segundo turno pressionada após o empate com o Huachipato pela competição sul-americana e a derrota para o Vasco na semifinal da Taça Guanabara.

Para esta partida, Abel optou pela escalação dos meias Wagner e Rhayner entre os titulares por não poder contar com Thiago Neves e Deco, que não trabalharam durante a semana. O primeiro sofreu uma lesão no tornozelo e ainda está no departamento médico, enquanto o luso-brasileiro vinha treinando, mas será poupado após sentir dores no joelho durante a semana.

Deco, porém, comemorou a pausa. “Foi uma semana forte, fantástica. Fiquei plenamente satisfeito com o que vi. Estamos preparados, tanto que só fiz um coletivo, foi suficiente. O desgaste mental é pior que o físico. O físico tem treinamentos, mas o mental só jogando. Foi bom para nós essa parada”, declarou o armador.

Photocamera
Titular do Fluminense contra o Audax, Rhayner tenta encerrar jejum de gols (Foto: Rodrigo Ferreira)
Abel Braga espera que o Fluminense possa criar mais situações de perigo com a nova formação, já que a equipe foi muito criticada por não ter finalizado bem nas últimas partidas. O treinador espera que Rhayner ajude a melhorar esse aspecto e acabe com o jejum de gols que já dura dois anos.

“Ele tem características semelhantes às do Wagner, compõe melhor sem bola. É lógico que sem o Deco eu perco genialidade, mas o Rhayner é muito tático, agudo, rápido. Além dessas características boas, tem vivido um momento de ansiedade. Assim que sair esse gol, tenho certeza que a fase vai melhorar muito”, explicou o comandante tricolor.

Pelo lado do Audax, a meta é repetir a boa campanha da Taça Guanabara, quando a equipe brigou até as últimas rodadas por uma vaga nas finais. Para isso, a diretoria buscou reforços e contratou o zagueiro Thiago Medeiros, do Flamengo, o meia Camacho, ex-Botafogo, e o atacante Rômulo, que já teve passagem pelo Cruzeiro.

No entanto, para a estreia na Taça Rio a tendência é a de que o técnico Maurício Barbieri opte pela manutenção da escalação que terminou o primeiro turno. O preparador físico Felipe Oliver afirmou que o Audax está melhor fisicamente do que na Taça Guanabara.

“Perfeito não está, a gente trabalha pra sempre estar melhor. Mas, significa que a equipe está bem organizada e quando está bem organizada no segundo tempo consegue sobressair e acaba concluindo mais”, comentou Oliver.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X AUDAX

Local: Estádio João Havelange, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de março de 2013, domingo
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Antônio Frederico de Carvalho Schneider (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Ediney Guerreiro Mascarenhas (ambos do RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Rhayner e Wagner; Wellington Nem e Fred
Técnico: Abel Braga

AUDAX: Rafael Sandes; Adriano, Anderson Luis, Fabiano Eller e Romário; Andrade, André e Diego Sales; Hyuri, Bruno Andrade e Denilson
Técnico: Maurício Barbieri

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade