Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Grohe não entende falha e Zé Roberto aponta displicência do Grêmio

Porto Alegre (RS)

Com a manutenção do esquema de três atacantes que deu certo na vitória diante do Caxias, o Grêmio recebeu o Cruzeiro-RS na Arena e conheceu sua primeira derrota na Taça Farroupilha, o segundo turno do Campeonato Gaúcho. O lance decisivo da partida, quando o Estrelado abriu o placar, aos 14 minutos do segundo tempo, foi marcado por falha do goleiro Marcelo Grohe e do zagueiro Werley, que trombaram na entrada da área e deram espaço para Jô abrir a contagem.

Cinco minutos depois de empatar, o Tricolor levou o segundo gol e acabou saindo de casa com sua primeira derrota no segundo turno estadual. Substituto de Dida, que deixou a partida no intervalo por conta de dores musculares, Grohe comentou a própria falha após o apito final: “Nem eu sei explicar, cara. Estava sozinho, mas trombei com o Werley. Faz parte”.

Com os mesmos nove pontos do início da rodada, o Grêmio fica na segunda posição do Grupo A, com um a menos que o Passo Fundo, ponteiro da chave e próximo adversário do Tricolor. “Não entramos focados, mas displicentes, e acabamos sendo surpreendidos pela equipe deles, que entrou empenhada, jogou atrás e marcou dois gols. Não tenho explicação, acho que o que fica é que precisamos tirar alguma lição dessa derrota”, explicou o meio-campista Zé Roberto.

“Temos que saber pensar aquilo que faltou hoje para colocar em prática no fim de semana. Os três atacantes não funcionaram da mesma forma que funcionou no jogo passado. Ninguém gosta de perder, mas nossa proposta era sair com os três pontos. Agora é saber tirar lição dessa derrota, até porque temos jogos importantes, mas é manter a cabeça erguida e buscar a reação”, garantiu o armador gremista, que enfrentou problemas com o esquema ofensivo, mas evitou críticas diretas.

Lucas Uebel/GFBPA
Zé Roberto reclamou da postura do Grêmio nesta quinta-feira, data da primeira derrota contra um brasileiro na Arena
Barcos sai lesionado, mas diz que não preocupa – Inibido no esquema com três atacantes testado mais uma vez por Vanderlei Luxemburgo, Barcos deixou a partida para a entrada de Willian José sentindo dores na costela, mas garantiu que não preocupa para domingo: “Estou bem, acho que não vai ter nenhum problema para jogar. Mas quem define é o Vanderlei, temos que esperar”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade