Futebol/Bastidores - ( )

Internado, Laor é licenciado; Comitê gestor tem novo membro

Santos (SP)

Em reunião na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Santos aprovou, por unanimidade, o pedido de licenciamento feito pelo presidente do clube alvinegro, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro. O mandatário, que segue internado na unidade de tratamento semi-intensivo do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, teve o seu afastamento de 45 dias aprovado. Agora, tecnicamente, a decisão vigora desde o último 12 de março.

Laor está internado desde o dia 1º de março e, após melhora no seu estado clínico, deixando a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), teve a sua alta adiada pelos médicos. O dirigente ainda não tem previsão para deixar o hospital.

Com isso, o vice Odílio Rodrigues assume, mais uma vez, como presidente interino. Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, aliás, mantém contato frequente com Odílio para se informar sobre os assuntos do Peixe.

Esta não foi a primeira vez que Laor teve problemas de saúde como presidente santista. Entre o fim do ano passado e o começo deste ano, o mandatário chegou a ficar afastado após se sentir um forte cansaço durante a sua avaliação clínica anual e ficou cinco dias internado no hospital. Antes, em 2010, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro teve uma crise de pancreatite. Em 2003, o dirigente alvinegro sofreu um infarto e quatro paradas cardíacas.

Novo membro do Comitê Gestor - Além de confirmar o afastamento de Laor, durante a reunião, o Conselho Deliberativo homologou o nome de Luiz Fernando Vendramini Fleury como novo membro do comitê gestor do Santos. Fleury substitui Eduardo Vassimon, que se desligou da direção clube praiano no final do ano passando, alegando problemas pessoais.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade