Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Jóbson se nega a falar sobre acusação, mas se desculpa com colegas

São Caetano do Sul (SP)

Detido na delegacia sede de São Caetano do Sul nesta terça-feira, mas já liberado, o atacante Jóbson, da equipe da cidade do ABC Paulista, se nega a se pronunciar diretamente sobre o caso que o levou a prestar declarações à polícia, mas divulgou uma nota de esclarecimento a respeito.

Acusado de agredir a mulher, Thayne Bárbara, o atleta acredita que não deve prestar satisfações sobre o incidente por considerá-lo de ordem particular. Assim, o atacante reforçou o foco em ajudar o São Caetano na luta contra o rebaixamento no Campeonato Paulista.

O jogador de 25 anos, que ficará dois dias sem treinar no Azulão, pediu desculpas ao seus companheiros de clube pelo evento desta terça-feira. Por volta das 2h30 (de Basília), o atleta foi ao Hospital Infantil da cidade do ABC Paulista sangrando por conta de um corte no braço.

Enquanto era atendido, Jóbson foi acusado de agressão por Thayne Bárbara, que pediu à polícia a detenção do jogador. Acompanhada do filho do casal e com uma mala, Bárbara avisou que não retornaria à casa do atleta.

O atacante, que prestou depoimentos ao lado de Bárbara na delegacia sede de São Caetano do Sul na manhã desta terça-feira, tem uma carreira marcada por polêmicas. Jóbson já treinou embriagado e já foi suspenso do futebol após admitir o uso de crack.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade