Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Kleber e Maikon Leite garantem que podem jogar 90 minutos em Tigre

William Correia Guarulhos (SP)

O Palmeiras viajou para o Paraguai nesta segunda-feira sem Souza, vetado após machucar o joelho esquerdo no treino da manhã. Mas dois nomes no avião que podem ser novidades no time que enfrenta o Tigre, na quarta-feira, foram para a Argentina animados. Maikon Leite e Kleber se colocaram à disposição para formar a dupla de ataque titular.

Ambos completaram recuperação de lesões musculares na semana passada e, por isso, entraram só no segundo tempo da derrota para o Libertad, em Assunção. Gilson Kleina, contudo, pensa em abrir mão do esquema sem referência na frente e planeja usar o centroavante Kleber com a velocidade de Maikon Leite. Na opinião dos dois, é possível.

“Estou pronto. Se for para entrar jogando, estou preparado. Se eu estiver no banco de reservas, vou ficar torcendo e esperando meu momento para, se for possível entrar, ajudar”, falou Maikon Leite, em discurso mais político do que o de Kleber, claro quanto às suas condições físicas.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Maikon Leite já se diz plenamente recuperado de lesão muscular e pode formar dupla de ataque com Kleber
“Estou preparado para o jogo, treinando praticamente 100%. Jogo quanto o técnico precisar de mim. Hoje (segunda-feira) fiz um bom treino. Estou evoluindo bem tecnicamente, a confiança está crescendo também”, afirmou o camisa 9.

O atacante emprestado pelo Porto crê que a técnica pode compensar qualquer defasagem física. “Se vou para o jogo, depende do Kleina. Claro que não estou 100% fisicamente, mas preparado já estou. Se precisar de mim, estou à disposição para jogar quanto tempo for preciso”, insistiu Kleber.

Dentro dos nomes que tem à disposição, o time ideal do treinador para enfrentar o Tigre teria ainda Valdivia na armação das jogadas para Maikon Leite e Kleber. “Quem sabe? Isso tudo depende do jogo, da dificuldade, do que passa na cabeça do Gilson. Ele vai buscar a melhor forma de montar a equipe e buscar os três pontos, que é o que interessa”, ressaltou Kleber.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade