Futebol - ( - Atualizado )

Médico imagina Renato Augusto fora por "pelo menos 20 ou 30 dias"

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O médico Guilherme Runco passou uma atualização sobre os machucados do Corinthians. Como era esperado, a previsão mais pessimista é relacionada ao meio-campista Renato Augusto, que deixou a partida contra o Guarani com a parte de trás da coxa direita machucada.

“Vamos fazer o exame amanhã (terça-feira), mas, pelo exame clínico, pela dor que ele está sentindo, é uma lesão mais séria. Vai tirá-lo aí por pelo menos 20, 30 dias. Para mais”, apontou o médico, que preferiu deixar a ressonância magnética para depois para ter uma imagem mais clara.

Renato Augusto sofreu com problemas musculares ao longo das últimas temporadas, no Bayer Leverkusen. Ele ficou com um desequilíbrio de força nas pernas, resultado de duas cirurgias no joelho esquerdo, mas vinha ganhando a atenção dos fisioterapeutas do Timão e reafirmou repetidas vezes sua confiança, redescoberta.

Em relação a Cássio, a notícia é bem mais animadora. De acordo com Runco, entre a contusão de domingo e esta segunda, diminuíram bastante as dores do goleiro. Ele está fora da partida contra o Penapolense, na quarta, mas o trauma sofrido por ele no quadril direito não representa grande preocupação.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O médico Guilherme Runco demonstrou um otimismo maior em relação ao goleiro Cássio
“O Cássio caiu em cima do quadril, mas hoje está bem melhor. É difícil que ele jogue o próximo, mas está muito melhor já, não deve ser nada muito sério”, afirmou o médico, otimista também em relação a Alexandre Pato e Paulinho, provavelmente de volta no próximo jogo.

Segundo Runco, o corte da Seleção facilitou a recuperação do volante, em recuperação de uma contusão leve na coxa esquerda. Pato, fora dos últimos jogos depois de acusar um cansaço muscular na coxa direita, está pronto para mais uma sequência pelo Corinthians.

Fechando o boletim médico do Timão, Runco falou sobre a situação de Douglas, outro que machucou a coxa esquerda. “Ele teve um probleminha muscular e ainda está com dor. Sentiu no jogo contra o Barbarense e não vai voltar na quarta. A gente está pensando nele para o clássico contra o São Paulo, no domingo”, explicou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade