Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Muricy destaca importância de Arouca e Cícero: “Desequilibram"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O atacante Neymar é o principal jogador do Santos. Mas, apesar disso, o técnico Muricy Ramalho sabe da importância de outros atletas para o seu esquema tático no Peixe. Com isso, o volante Arouca e o meia Cícero se destacam na equipe, dando suporte na marcação e subindo ao ataque com eficiência.

A dupla, inclusive, brilhou na vitória sobre o Atlético Sorocaba, no último domingo, no Estádio Walter Ribeiro. Arouca fez a jogada do gol de Montillo, enquanto Cícero fez o lance, que teve até mesmo um drible no qual passou a bola entre as pernas do zagueiro Murilo, e a assistência para o tento anotado por André.

“Quando tem escanteio, o Arouca não pode ficar na área, porque ele não é alto. Ele tem que ficar posicionado para o contra-ataque, pois quando ele vai ao ataque surpreende muito o time adversário. Quando ele e o Cícero saem, desequilibram”, afirmou Muricy.

O treinador também ressaltou a importância que o volante Renê Júnior tem no Alvinegro Praiano, dando mais liberdade para Arouca e Cícero apoiarem o ataque. “A entrada do Renê foi importante demais para eles. Os dois não precisam ficar tão ‘amarrados’ atrás, quando o Renê está em campo. Isso dá mais confiança para eles criarem e se apresentarem no ataque, dando mais opções de jogadas”, comentou.

Muricy Ramalho apontou que a melhora do condicionamento físico deve ajudar o volante e o meia a subirem ainda mais de produção em breve. “Eles estão recuperando a forma física e, daqui a pouco, começam a se soltar ainda mais”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade