Futebol/Bastidores - ( )

Ney quer fim de jejum em Jundiaí após bater marca de Telê no Morumbi

São Paulo (SP)

Contratado pelo São Paulo em julho de 2012, quando decidiu abandonar o cargo de treinador das categorias de base da Seleção Brasileira, Ney Franco não demorou nem um ano para atingir uma marca expressiva em sua nova equipe. Desde agosto, quando foi derrotado pelo Grêmio com um gol marcado por André Lima nos acréscimos, o Tricolor não perde uma única partida dentro do estádio do Morumbi: são 24 partidas de invencibilidade. O próximo passo é quebrar mais uma marca - um jejum de 26 anos dentro do estádio Jayme Cintra, em Jundiaí.

Mesmo vivendo período de instabilidade no cargo, situação motivada pelas duas partidas sem vitória na Copa Libertadores e pelas demonstrações públicas de insatisfação de jogadores como Ganso e Lúcio, Ney Franco bateu um recorde que pertencia ao técnico Telê Santana, considerado maior comandante do São Paulo na história. Se Telê ostentava 23 jogos sem perder dentro do Morumbi, Ney atingiu 24 com a vitória do último sábado, diante do Bragantino, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista.

“É um dado muito interessante e que me deixa satisfeito. Superar uma marca de um mito como o Telê Santana, técnico que cravou seu nome na história do clube, tem sim um significado importante. Reforça nossa tese de jogar pra frente, de ter um time competitivo, buscando sempre as vitórias. É uma marca expressiva”, considerou Ney Franco, que agora terá outra missão para derrubar estatísticas.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Dentro do Morumbi, Ney Franco acumula 20 vitórias, seis empates e apenas duas derrotas desde que chegou
Segundo dados do site oficial do Tricolor, a equipe não vence uma partida dentro do estádio Jayme Cintra desde 1986, quando bateu o Paulista de Jundiaí por 2 a 1, com gols de Pita e Manu. O jejum de 26 anos compreende seis partidas até 2013, sendo quatro empates e duas vitórias do clube do interior, que venceu uma vez com o nome de Etti Jundiaí, no Rio São Paulo de 2002. A última partida, pelo Paulistão de 2011, terminou em 3 a 2 para o time de Jundiaí.

A nova chance será colocada em jogo nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), pela 15ª rodada do Campeonato Paulista. O Tricolor vem de três vitórias seguidas e o time de Jundiaí tenta se livrar totalmente do risco de rebaixamento para ainda sonhar com classificação para a segunda fase.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade