Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Osvaldo espera retomar confiança complicando situação palmeirense

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Para alguns, disputar um clássico em meio a um momento conturbado pode ser prejudicial. Para outros, ao contrário, é a chance de se reerguer rapidamente. O são-paulino Osvaldo defende a segunda opinião e acredita que o duelo de domingo, contra o Palmeiras, vem em boa hora.

"Depois de um resultado que não foi bom (empate com o Arsenal, lanterna da chave na Libertadores), nada melhor do que vencer um clássico logo em seguida para ter mais confiança. Nosso grupo está bastante chateado pelo resultado, a gente queria muito essa vitória, mas é bom ter um clássico logo em seguida", disse o atacante.

O rival também não vive boa fase. No meio de semana, foi derrotado pelo Tigre, na Argentina, com um gol no último lance do jogo. Ainda em Buenos Aires, membros de uma torcida organizada tentaram agredir os jogadores no aeroporto. Quem perder, portanto, vai enfrentar mais problemas, o que também sempre motiva os dois lados.

"A gente procura fazer nosso trabalho, independentemente do que esteja acontecendo do outro lado. Clássico é difícil. Se vencermos, a gente não só deixa o Palmeiras em uma situação mais complicada, como também ficamos com mais confiança para quinta-feira buscar o resultado fora de casa", completou Osvaldo.

Quinta-feira é a data do próximo compromisso da equipe tricolor na competição continental. O adversário será mais uma vez o Arsenal, mas na Argentina. Se não vencer, o São Paulo pode ficar muito ameaçado na chave, já que, depois de enfrentar The Strongest, na Bolívia, encerra a fase de grupos diante do Atlético-MG.

A preparação são-paulina para o clássico termina na manhã deste sábado, véspera da partida. Com 22 pontos, o time do técnico Ney Franco ocupa a liderança da competição estadual e deve ir a campo com seus principais jogadores, incluindo o atacante Luis Fabiano, expulso no primeiro duelo com o Arsenal.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade