Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Paulo Sérgio vê Timão visado na Libertadores e ‘barra’ Guerrero

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Herói do título mundial conquistado pelo Corinthians, o peruano Paolo Guerrero não seria escalado na equipe titular atualmente pelo ex-atacante Paulo Sérgio. Revelado no Timão, o tetracampeão mundial ainda disse ver o antigo clube visado na luta pelo bicampeonato da Copa Libertadores.

Além de Guerrero, o técnico Tite tem Alexandre Pato, Jorge Henrique, Emerson Sheik e Romarinho como alternativas para armar o ataque alvinegro. Sem hesitar, Paulo Sérgio manifesta sua preferência pelo ex-jogador do Milan ao lado do herói da vitória sobre o Boca Juniors na Libertadores.

“O Pato é um jogador que tem demonstrado muita vontade e empenho. Está voltando de uma passagem pelo Milan, uma equipe difícil de jogar. Eu também gosto bastante do Sheik, que faz uma movimentação diferente. É um meia-atacante que chega com muita força. Para mim, o ataque seria esses dois”, definiu.

Por enquanto, a dupla titular de Tite é formada por Pato e Guerrero, artilheiro do time na Libertadores. Escalados no triunfo sobre o União Barbarense no último final de semana, Jorge Henrique e Sheik tiveram boas performances e ganharam moral com o treinador.

Se no ano passado o Corinthians conquistou a Copa Libertadores de maneira invicta, na busca pelo bicampeonato os comandados de Tite terão mais dificuldade, alerta Paulo Sérgio. Para o ex-atacante do clube e da Seleção, o Timão não pode atuar da mesma forma.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Edenílson brinca com Guerrero: o jogador peruano enfrenta uma concorrência acirrada no ataque do Corinthians
“Os rivais já olham o Corinthians de outra maneira, com um respeito muito maior e jogam mais precavidos. Em 2012, o Tite armou bem a casinha, o time saía para fazer os gols no contra-ataque e segurava. Hoje, os adversários não atacam mais desordenadamente e o clube está vendo a dificuldade de ganhar o torneio pela segunda vez”, afirmou.

Por outro lado, Paulo Sérgio lembrou que a equipe contratou reforços expressivos, a exemplo de Pato e Renato Augusto. “O elenco conta com mais nomes e creio que o Corinthians tem boas chances de passar para a próxima fase sem maiores problemas”, afirmou o ex-atacante.

Com sete pontos ganhos em quatro rodadas, o Corinthians ocupa a vice-liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores – é superado apenas pelos mexicanos do Tijuana. Na próximo jogo, marcado para o dia 3 de abril, o Timão encara o Millonarios, em Bogotá.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade