Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Polícia suspeita que Berezovsky tenha se suicidado por enforcamento

Londres (Inglaterra)

O magnata russo Boris Berezovsky, encontrado morto na região de Londres no último sábado, foi achado no chão de sua residência com “um fio em torno do pescoço” e alguns indícios de suicídio. Foi o que revelou nesta quinta-feira o inspetor policial Mark Bissell, responsável pelo caso.

Segundo o agente, foi encontrado pendurado em uma coluna horizontal, acima do corpo de Berezvsky, um pedaço de fio igual ao encontrado em volta do pescoço do empresário. Além disso, não foram encontrados sinais de luta corporal, o que reforça a hipótese de suicídio. O inspetor fez questão, no entanto, de não descartar completamente o envolvimento de outras pessoas na morte. Na última segunda-feira, a polícia britânica já tinha afirmado sem entrar em detalhes que o magnata havia provavelmente se suicidado por enforcamento.

Berezovsky, que tinha 67 anos, estava entre os homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada em um bilhão de dólares (cerca de R$ 2 bilhões), segundo a Forbes. No entanto, a origem do dinheiro do magnata, que enriqueceu ao longo do processo de privatizações da Rússia, nos anos 90, era alvo de investigações ao redor do mundo. No Brasil, ele vinha sendo investigado por ser supostamente o mentor da parceria MSI/Corinthians. O Ministério Público afirma que os investimentos das empresas ligadas ao magnata no clube eram, na verdade, uma maneira de lavar  dinheiro. A união entre MSI e Corinthians teve fim no ano de 2007, mas o caso segue na Justiça.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade