Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Por classificação, Ferron destaca necessidade de vencer no Majestoso

Campinas (SP)

Em fase de preparação para o duelo contra o Atlético Sorocaba, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, o elenco da Ponte Preta realiza treinamento nesta sexta-feira, no Majestoso. Um dos destaques do sólido sistema defensivo do time comandado por Guto Ferreira, o zagueiro Ferron ressaltou a necessidade de conquistar o triunfo em casa e seguir em boas condições na tabela de classificação do Campeonato Paulista.

“Precisamos fazer prevalecer o mando de campo. Atuar diante da nossa torcida é muito importante”, disse. “Estamos treinando bastante durante a semana os pontos que precisamos melhorar. Será um jogo muito difícil e complicado, mas temos condições de conquistar um bom resultado. Sempre entramos em campo com intuito de vencer. Em todas as partidas buscamos o resultado positivo e o triunfo”, completou.

A Ponte Preta ocupa a segunda colocação na tabela de classificação do Campeonato Paulista, com 23 pontos, e é a única equipe que detém campanha invicta na competição (seis vitórias e cinco empates). O Atlético Sorocaba, por sua vez, tem desempenho inferior no torneio é o 17º colocado, com nove pontos, sendo o primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.

“Lembro que eles têm um atacante muito alto, de área, e também contam com o Gerson, que já defendeu a Ponte. É um atleta que articula muito bem o meio-campo, que reúne bom posicionamento e bola parada. Sempre aparece. Sabemos que encontraremos dificuldades, pois, às vezes, a tabela não diz realmente o que é a equipe”, completou. Ferron, que ainda analisou a importância do lateral-direito Artur, que retorna ao time após cumprir suspensão.

“Ganhamos em estatura com a entrada dele, e também na velocidade do Cicinho ali na frente. O mais importante disso tudo é que independente de qualquer jogador que atue ali atrás, estamos conseguindo encontrar esse equilíbrio. Basta ver, por exemplo, que quando joga o Edson Bastos ou o Roberto, o resultado é o mesmo. Isso mostra a força da Ponte Preta, a força que o grupo tem”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade