Futebol/Campeonato Paulista - ( )

"Poupado" por Kleina, Marcos Vinicius estreia com gol contra aos 40s

Mirassol (SP)

Participar de uma derrota por 6 a 2 como um dos vilões é ser poupado? Para Gilson Kleina, sim. E o ‘agraciado’ nesta quarta-feira foi Marcos Vinicius. Aos 20 anos, o zagueiro fez seu primeiro jogo como profissional e, logo aos 40 segundos de partida, abriu a goleada do Mirassol com um gol contra.

“Tive a infelicidade de colocar para dentro. A bola veio rápida, fui cortar e acabei errando, mandando para trás”, lamentou o defensor, que era das categorias de base do Corinthians antes de se juntar ao Palmeiras B, time que será extinto pela diretoria ao final da Série A3 do Campeonato Paulista.

A falha fez com que o jogador continuasse no jogo. De acordo com o SporTV, fora dos microfones, Gilson Kleina voltou do intervalo dizendo fora dos microfones que não poderia substituir Marcos Vinicius porque, se fizesse isso, “queimaria o garoto de vez para o futebol”. Mas o comandado não se mostrou tranquilo em campo em nenhum momento.

Ele só faz parte do elenco profissional do Verdão porque faltavam opções na zaga no início da temporada, só com Mauricio Ramos e Henrique da posição. O jogador era preparado para estrear no sábado, contra o Linense, já que pode ser obrigado a atuar como titular contra o Tigre, na terça-feira, pela Libertadores, devido aos desfalques no setor – Henrique e Leandro Amaro estão machucados, Vilson cumprirá suspensão e André Luiz não foi inscrito.

Mauricio Ramos, porém, sentiu indisposição estomacal pouco antes do início do confronto em Mirassol nesta quarta-feira e sobrou para Marcos Vinicius entrar em campo e falhar também no segundo gol adversário, sem incomodar e só assistindo Caion à distância. “Os companheiros me deram muita força e o gol contra não me abalou. Mas estou muito triste”, confessou.

Depois, porém, Márcio Araújo falhou duas vezes, Juninho, que já tinha errado no gol contra de Marcos Vinicius, também errou e Weldinho parecia um amador ao ser driblado na última vez em que as redes de Fernando Prass foram balançadas.

O 6 a 2 definido ainda no primeiro tempo só aumentou a lamentação do estreante da noite. “Melhoramos no jogo e merecíamos ter empatado. Infelizmente, aconteceram erros consecutivos e sofremos mais gols”, disse Marcos Vinicius, cabisbaixo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade