Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Prass e Bruno garantem à diretoria que elenco tem vergonha na cara

William Correia São Paulo (SP)

Após a definição da permanência de Gilson Kleina, a diretoria do Palmeiras reuniu todo o elenco nas dependências internas da Academia de Futebol para avisar que a goleada sofrida em Mirassol era uma fatalidade. Logo depois, Fernando Prass e Bruno correram para falar com os dirigentes e o técnico. O recado era uma garantia de comprometimento.

“O Prass e o Bruno vieram conversar para deixar muito claro que o grupo tem vergonha na cara e está envergonhado, como eu e todos os palmeirenses. E que estão ainda mais imbuídos depois do que aconteceu”, contou Paulo Nobre, que abraçou e conversou seguidamente com os dois goleiros, abrindo sorrisos pela postura de ambos.

Ao lado do presidente no gramado, no momento da abordagem, estavam Gilson Kleina e o diretor executivo José Carlos Brunoro. Na sequência, se juntaram o gerente de futebol Omar Feitosa e o vice-presidente Maurício Precivalle Galiotte. Os cinco conversaram bastante em uma roda com os goleiros antes de Nobre e Brunoro seguirem para a entrevista coletiva.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Goleiros fizeram questão de abordar dirigentes e o técnico no gramado logo após todos falarem com o elenco
“No vestiário, a situação é de tristeza, mas o importante é que confiam muito no que combinamos no início. Por isso o Fernando Prass e o Bruno vieram conversar que estão muito imbuídos da responsabilidade de virar o jogo”, falou Brunoro, mostrando como a diretoria gostou da atitude dos líderes do plantel.

“Fiz questão de bater um papo com eles para deixar claro que o comprometimento que exijo de todo jogador que veste a camisa do Palmeiras continua sendo um ponto básico. Não queria que a derrota até vexatória que sofremos mudasse a cabeça deles”, comentou Nobre, gostando da confiança que sente ter despertado nos jogadores.

“Eles estão vendo que a diretoria joga junto com eles tanto nas vitórias quanto nas derrotas e, por isso, se sentem ainda mais responsáveis por virar esse jogo. E quero todos de cabeça erguida no sábado, com o mesmo comprometimento e a garra que mostraram até agora. Naturalmente, isso vai atrair resultados”, apostou o presidente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade