Futebol/Bastidores - ( )

Raí acredita em futuro do São Paulo com Jadson e Ganso juntos

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O técnico Ney Franco ainda não se convenceu de que Jadson e Paulo Henrique Ganso podem jogar juntos entre os titulares do São Paulo. Porém, ídolo histórico do Tricolor, o ex-meio-campista Raí acredita que os dois armadores podem se entrosar na equipe.

“Acho que em algum momento os dois vão jogar juntos. Fiquei muito feliz pelo Jadson ter deslanchado, ele está superbem, a ponto de colocar em dúvida a entrada de um jogador como o Ganso”, avaliou o ex-atleta, em conversa com a reportagem da GE.net.

Na apresentação de Jadson como reforço do São Paulo, em janeiro do ano passado, o próprio Raí entregou ao atleta a camisa 10 do clube. Porém, quando o Tricolor contratou Ganso, o meia defendeu que o ex-santista deveria ficar com o número, o que não foi seguido pela diretoria.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Raí entregou a camisa 10 a Jadson, mas acha inevitável que Ganso ganhe também uma vaga
Agora, sem entrar em discussão em relação à camisa, o ídolo são-paulino avalia que será inevitável para Ney Franco escalar os dois meio-campistas ao mesmo tempo na equipe.

“Acho que o Ganso é um dos maiores craques que já surgiram no Brasil nos últimos tempos. Com certeza, ele vai se impor pouco a pouco. Se o Jadson continuar jogando bem, os dois vão ter que atuar juntos de alguma forma”, concluiu.

O treinador do São Paulo já tentou escalar os dois juntos em algumas partidas, inclusive no clássico contra o Santos, mas a estratégia não funcionou. Por isso, Ney Franco passou a optar apenas por um deles, dando a preferência para Jadson em confrontos decisivos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade