Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Real Madrid volta a derrotar o Barcelona e quebra tabu no Bernabéu

Madri (Espanha)

A rivalidade entre Real Madrid e Barcelona voltou a movimentar o futebol espanhol. Após os merengues eliminarem o seu arquirrival da Copa do Rei com uma vitória por 3 a 1, em pleno Camp Nou, o técnico José Mourinho optou por poupar suas estrelas neste sábado. E o resultado deixou o português estupefato. Com Kaká de titular e Cristiano Ronaldo no banco, os madrilenos venceram por 2 a 1, no Santiago Bernabéu, e quebraram um tabu de cinco anos sem derrotar os catalães dentro de casa.

O confronto entre os gigantes espanhóis começou arrasador. O Real Madrid não tomou conhecimento do seu rival e inaugurou o marcador com apenas cinco minutos de jogo. Os catalães perderam a bola no meio-campo e Morata cruzou na medida para o francês Benzema empurrar para as redes.

Torcida do Real imita macaco para ofender Daniel Alves
Blog do Werneck: o problema do Barcelona
Expulso após apito final, Valdés teria insultado árbitro

Mesmo com a vantagem, os donos da casa não administraram bem os espaços e deixaram Lionel Messi em condições de igualar o marcador. Aos 17 da etapa inicial, o argentino ganhou de Sergio Ramos e bateu por baixo de Diego López. O tento silenciou a torcida local e levou o atacante para os 39 marcados no Campeonato Espanhol. Além disso, a estrela catalã igualou Di Stéfano como o maior goleador da história do clássico.

A sequência do primeiro tempo alternou entre boas chances criadas para os dois lados. O meia Morata continuava infernizando a defesa do Barcelona e era o jogador que mais preocupava Valdés. O goleiro catalão também se esforçou para impedir as investidas adversárias e foi para o intervalo aplaudido por sua torcida.

A etapa complementar teve um início tímido e não trouxe grandes emoções para nenhuma das duas torcidas. O jogo só foi esquentar novamente com as entradas de Cristiano Ronaldo e Khedira nos lugares de Benzema e Kaká, respectivamente. O português passou a atuar como o único atacante merengue e quase deixou a sua marca aos 23 minutos, após grande arrancada individual no meio-campo.

O camisa 7 do Real Madrid ainda teria outra oportunidade fazer o gol, aos 33, mas perdeu o protagonismo do sábado para Sergio Ramos. O zagueiro espanhol completou cruzamento de Modric e fez a torcida mandante explodir no Bernabéu. Cristiano Ronaldo ainda teve tempo de enfiar uma bola na trave e Valdés de ser expulso de campo, para a alegria dos mandantes.

Com o resultado, o time de José Mourinho permanece em terceiro, com 55 pontos, e diminui para 13 a diferença mantida pelo Barcelona na liderança. Os comandados de Tito Vilanova seguem soberanos no Campeonato Espanhol e mantém a dianteira com folga. A equipe está com 68 pontos e tem vantagem de 12 para o Atlético de Madri, atual vice-líder da competição.

AFP
Sergio Ramos desempatou nos minutos finais do segundo tempo e quebrou um histórico tabu no Bernabéu

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade