Futebol/Bastidores - ( )

Roberto Carlos defende saída de Neymar e coloca craque no Barcelona

São Paulo (SP)

Ex-lateral da Seleção Brasileira e do Real Madrid, Roberto Carlos admitiu que o futuro de Neymar deve ser o maior rival do clube em que fez história na Espanha. Em entrevista ao jornal Mundo Deportivo, o ex-jogador aconselhou o craque santista a deixar o Brasil e revelou que o atacante tem grandes chances de jogar no Barcelona.

“Já falei com ele, quando estive no Brasil, em dezembro. Ele já devia ter saído do Brasil. Eu acredito que Barcelona é a equipe que tem 90% de possibilidades de contratá-lo. No Brasil, ele é número um. Mas tem de ser número um jogando na Europa, jogando em um grande clube. Jogar no Brasil, para ele, já não pode mais”, afirmou.

Roberto ainda foi além, projetou uma possível dupla de ataque do Barcelona com a contratação de Neymar, afirmando que o jovem santista não deve ter problemas para se acostumar com o futebol europeu. “Se adaptará a qualquer time. Um ataque Messi e Neymar é como Ibrahimovic e Lavezzi no PSG. São dois jogadores boníssimos”.

Pentacampeão do mundo, em 2002, com a Seleção Brasileira, quando fez parte da família Scolari, Roberto Carlos defendeu a escolha de Felipão para o cargo. Sobre as especulações de Guardiola para assumir o comando, o ex-lateral alegou que o treinador da Seleção deve ser brasileiro.

“O Brasil precisa de um treinador brasileiro, somos país do futebol e não podemos ter um treinador estrangeiro. Claro que Pep foi um grande jogador, fez no Barcelona o que nunca vi na minha vida. O Barcelona jogava de uma maneira, chegou Guardiola e trocou. Seria muito importante para Brasil tê-lo como treinador. Mas nós temos Muricy, Scolari, Luxemburgo, Tite, muitos bons treinadores”, explicou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade