Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Sem "falar nada" ao árbitro, Luis Fabiano é expulso depois do jogo

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Luis Fabiano chegou antes do esperado ao limite de sua meta de receber apenas um cartão vermelho neste ano. Ao fim do fraco empate por 1 a 1 do São Paulo com o Arsenal, na noite desta quinta-feira, o atacante se dirigiu ao árbitro colombiano Wilmar Roldán e foi expulso depois do apito final.

"Eu não falei nada para ele. É impressionante a 'sem vergonhice'", disse o camisa 9 à FOX Sports, ao descer para o vestiário do Pacaembu.

Na terça-feira passada, pouco mais de uma semana atrás, ele havia prometido mudar seu comportamento explosivo. Em 2012, foi expulso na primeira final da Copa Sul-americana, diante do Tigre, e não pôde atuar no jogo do título, em pleno Morumbi.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Camisa 9 tricolor foi reclamar com a arbitragem mesmo depois do apito final do empate por 1 a 1

"Tenho como objetivo receber, no máximo, um cartão vermelho. De repente, posso levar por ter de matar alguma jogada, mas dificilmente eu vou tomar por reclamação", havia dito, justificando que não queria ficar fora das convocações para a Seleção Brasileira por  indisciplina.

Pelo vermelho desta noite, Luis Fabiano está fora do próximo compromisso da Libertadores – na quinta-feira que vem, o São Paulo volta a enfrentar o Arsenal, mas na Argentina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade