Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

'Substituto' do Engenhão, Raulino tem falhas e pode ser interditado

Rio de Janeiro (RJ)

‘Salvação’ dos clubes cariocas e da Ferj após a interdição do Engenhão, o estádio Raulino de Oliveira também poderá sofrer deste mesmo problema: a Secretaria Municipal de Planejamento apontou uma rachadura de seis metros em um dos setores da praça desportiva e pediu a sua interdição parcial.

Administrador do local, Roberto Carvalho Parente acredita que não há nenhum risco para o palco dos clássicos, das semifinais e das finais do Campeonato Carioca. “Temos um laudo que permite o funcionamento sem interdição. Estamos escutando opiniões, mas acredito que não há riscos disto”, disse.

No entanto, o documento da Secretaria pede “interdição imediata”. “Recomendamos, com urgência, interdição imediata do acesso N às arquibancadas. Bem como de um trecho de aproximadamente 20 metros para cada lado do citado acesso, proibindo-se ocupação”, lia-se no documento.

Ainda no laudo, com divulgação em janeiro, as falhas no Raulino de Oliveira têm formação endógena (de dentro para fora da construção) e apresentam risco “crítico”. A defesa do estádio em Volta Redonda, porém, garante que algumas melhorias já foram feitas, e que vistorias estão agendadas.

O clássico entre Botafogo e Vasco da Gama, marcado para o Raulino de Oliveira, na próxima quarta-feira, em horário ainda não definido pela Ferj, válido pela quarta rodada do Estadual, não deve estar ameaçado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade