Futebol/Campeonato Mineiro - ( )

Técnico diz que período sem jogos pode ter prejudicado Cruzeiro

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Marcelo Oliveira afirmou após a vitória do Cruzeiro ante o Tombense, no último sábado, que o período de quase 15 dias sem jogos atrapalhou a evolução da equipe. Depois do jogo contra o Guarani, no dia 17 de fevereiro, a Raposa só voltou a campo em 2 de março, no quarto jogo oficial do ano. De todos os times da Série A do Brasileiro, o Cruzeiro é o que menos jogos disputou em 2013.

“Eu achava que este tempo que ficamos parados não iria influenciar em nada, porque descansamos e fizemos jogos-treino. Mas agora estou pensando diferente, porque faltou alguma coisa contra o Tombense. Com a sequência de jogos, vamos melhorar e dar ritmo para alguns jogadores que a torcida pede. Temos que valorizar a equipe do Tombense, que estava bem organizada, esperando nossos erros. O resultado foi excelente, mas foi um pouco sofrido, porque corremos muitos riscos”, disse.

Após algumas pausas no Mineiro, o Cruzeiro passará ter uma sequência de jogos com maior regularidade, o que agrada ao técnico Marcelo Oliveira. Segundo ele, ter uma semana inteira de treinamentos é positivo, mas é com os jogos que os atletas ganham confiança e maior ritmo para que a equipe consiga o acerto ideal.

“Eu acho que o trabalho semanal é fundamental. Mas é o jogo que dá confiança, ritmo e consistência. O jogo é que dá emoção diante do torcedor. Eu penso que esta falta de jogos pode ter influenciado sim porque ela combina com o time em formação. São vários jogadores que chegaram e outros que subiram da base. Não se forma um time da noite para o dia, mas não tem muito tempos para isso num clube como o Cruzeiro”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade