Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Timão espera papéis de tribunal para recorrer de pena fora de casa

São Paulo (SP)

A ideia manifestada pelo advogado Luiz Alberto Bussab assim que foi definida a punição do Corinthians deverá ser colocada em prática. Impedido de ter torcedores em partidas fora de casa nas competições sul-americanas por 18 meses, o clube tentará encurtar esse prazo.

Conmebol libera Fiel no Pacaembu

Em comunicado aos seus torcedores, o Timão confirma a pena imposta pela Conmebol no caso Kevin Beltrán – além do ano e meio sem fiéis nos jogos como visitante, uma partida com o Pacaembu fechado, cumprida na semana passada, e multa de US$ 200 mil – e promete recorrer.

“O Sport Club Corinthians Paulista aguarda agora a decisão fundamentada do Tribunal de Disciplina para apresentar recurso à Câmara de Apelações da Conmebol quanto à punição nas partidas como visitante”, diz trecho do texto publicado pelo clube.

O Corinthians agradeceu ainda a compreensão “da maior parte de sua torcida”, já que foram poucos os que pediram reembolso dos ingressos comprados para a partida contra o Millonarios, disputada sem público. O valor poderá ser usado como crédito em compras futuras.

Quem já adquiriu bilhetes para os jogos em casa contra Tijuana e San José terá a sua entrada assegurada no primeiro compromisso da equipe nos mata-matas da Libertadores. Essa possibilidade, é claro, só será confirmado em caso de classificação do atual campeão às oitavas de final.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade