Basquete/NBB - ( - Atualizado )

Único palmeirense no Jogo das Estrelas do NBB, pivô Tyrone festeja

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

O norte-americano Tyrone Curnell será o único representante do Palmeiras no Jogo das Estrelas do NBB, marcado para as 10 horas deste sábado, em Brasília. Satisfeito, o pivô comemora o chamado para o evento logo em sua primeira temporada no basquete nacional.

“É uma grande honra ser convocado para o Jogo das Estrelas. Estou muito animado e agradecido por isso. Por ser no meu primeiro ano no Brasil, significa muito”, afirmou Tyrone à Gazeta Esportiva.net. Quinto pivô mais votado, ele foi chamado para substituir o lesionado Jeff Agba, do Paschoalotto/Bauru.

Torcedor do Miami Heat na NBA e admirador do astro LeBron James, Tyrone chegou a se inscrever no draft de 2010, mas não foi selecionado e iniciou uma carreira internacional. Com passagens por clubes de Kwait, Israel e Portugal, o jogador costuma acompanhar o All-Star Game original.

“Nos Estados Unidos, participar desse evento é um grande feito, porque prova que o trabalho e a habilidade foram reconhecidos por alguém além do próprio jogador. Eu sempre acompanho o All-Star Game da NBA pela televisão e vi o mais recente, realizado em Houston”, declarou o palmeirense.

O Jogo das Estrelas do NBB é disputado entre brasileiros e estrangeiros. Os gringos, comandados por Lula Ferreira, começarão com Kenny Dawkins, Shamell, Robert Day, Toyloy e DeAndre Coleman. Tyrone fica no banco ao lado de Kojo, Mark Borders, Benzor Simmons, Desmond Holloway e Araújo.

Já o time brasileiro, dirigido por José Neto, inicia com o naturalizado Larry Taylor, Alex, Marquinhos, Olivinha e Caio Torres. Fúlvio, Nezinho, Benite, Paulinho Boracini, Luís Gruber, Rafael Mineiro e Jefferson William formam o banco – o último substitui o lesionado Guilherme Giovannoni.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Diferentemente de Arnaldo Tirone, responsabilidade pela queda no futebol, pivô Tyrone Curnell é querido pela torcida
Além de comemorar o chamado para o Jogo das Estrelas, Tyrone destacou a evolução do Palmeiras nos últimos jogos do NBB. Ameaçado pelo rebaixamento – os dois últimos disputam um quadrangular da morte com os dois primeiros da Super Copa Brasil -, o time venceu três de seus últimos quatro duelos e saiu da zona de degola.

Indicado pelo técnico espanhol Arturo Alvarez, com quem trabalhou em Portugal, Tyrone perdeu alguns encontros por lesão, mas é um dos principais jogadores da equipe. Com média de 12,8 pontos por jogo, é o segundo melhor no quesito e apanha quatro rebotes por partida, números que o deixam animado.

“Estou totalmente satisfeito com minha performance, porque me conheço bem e sei do meu potencial. Sinto que posso ser forte e dominante no Brasil. Nessa temporada, fiquei muito tempo fora por algumas lesões simples, mas agora estou recuperado e pronto para terminar em alta pelo Palmeiras”, declarou.

O time palestrino também conta com um representante nas competições individuais que compõem o final de semana do Jogo das Estrelas. O ala Guto está inscrito no torneio de arremessos de três pontos, que será realizado já na noite desta sexta-feira, no Ginásio Nílson Nelson.

Com Tyrone em quadra, Palmeiras tenta evitar nova queda (10/01/2013)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade