Futebol/Copa Libertadores - ( )

Valdivia pode continuar na reserva para "não estourar em três jogos"

Assunção (Paraguai)

No domingo, depois de seu primeiro jogo após quatro partidas vetado por lesão na coxa esquerda, Valdivia pediu que Gilson Kleina tivesse consciência de suas condições físicas para não usá-lo durante os 90 minutos contra o Libertad. E a medida pode ser mantida nesta quarta-feira, contra o Tigre, na Argentina, mesmo sendo um compromisso decisivo para o Palmeiras não se complicar na Libertadores.

“Todos sabem o histórico do Valdivia. Ele é um jogador imprescindível, desde que tenha condições e possa competir, render seu futebol. Não vamos colocá-lo por dois, três jogos e depois ele estourar. Isso não queremos mais”, afirmou o treinador, usando o mesmo discurso para Kleber e Maikon Leite.

Os dois, ao lado do chileno, podem compor o setor ofensivo ideal para Kleina e têm vivência para suportar melhor a pressão do Tigre. Mas também voltam de contusões musculares. “Precisamos saber administrar. Não sou só eu que quero, sabemos da necessidade e da experiência que termos com eles, mas eles vêm de lesões.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
Meia não tinha condições de atuar 90 minutos na derrota para o Libertad e pode ser reserva de novo na Argentina
Por enquanto, o técnico não tem condições de antecipar se alguém do trio terá condições de ser titular. “Vamos trabalhar com esses jogadores, ver qual é a melhor maneira de usá-los depois de estudar o Tigre. Que possamos ser competentes e eficientes”, falou.

Em caso de manutenção da escalação com Souza, Wesley, Patrick Vieira e Vinicius alternando-se do meio-campo para o ataque sem nenhuma referência na frente, Gilson Kleina já adota um discurso de confiança para eles. Apesar do desempenho abaixo do esperado do setor ofensivo na derrota por 2 a 0 dessa quinta-feira para o Libertad.

“O Libertad é muito bom, tivemos dificuldade contra um time encaixado. Mas vamos dar continuidade, não vamos achar que está tudo errado. Estamos no caminho para o Palmeiras voltar às vitórias”, garantiu o treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade