Futsal - ( - Atualizado )

Verdão deixa torneio amistoso de futsal e não joga mais pela Mancha

São Paulo (SP)

O fim das regalias às organizadas anunciado por Paulo Nobre após a confusão em aeroporto da Argentina se estendeu até o futsal. O time profissional do Palmeiras na modalidade atuou nessa quinta-feira pelo 54° Torneio Aberto de Futsal Cruzeiro do Sul com a camisa da Mancha Alviverde, em acordo que existia com o clube. O Verdão, porém, até abandonou a disputa amistosa para se afastar da uniformizada.

“Dados os últimos acontecimentos, não faz sentido essa parceria neste momento. Esta decisão foi tomada por alguma administração anterior e mantida pela diretoria de futsal, uma vez que o relacionamento com a organizada era bom”, defendeu-se Paulo Nobre, que desconhecia o acordo.

O dirigente soube do caso através da ESPN. Nessa quinta-feira, horas após membros da Mancha terem tentado agredir Valdivia na Argentina e até gerado um corte na cabeça de Fernando Prass, o time de futsal do Palmeiras atuou com o uniforme da uniformizada e até gritou “um, dois, três, Mancha!” antes de iniciar o jogo.

O 54° Torneio Aberto de Futsal Cruzeiro do Sul, que ocorre em Sorocaba, tinha a Mancha representada pelo Palmeiras, segundo a ESPN, sob o pagamento de R$ 3 mil da organizada, distribuídos entre membros da equipe. A uniformizada custeava até o transporte dos atletas.

Em relação ao futebol, a principal medida de Nobre é não entregar mais ingressos de graça a membros de organizadas em jogos fora do País. O dirigente diz que o relacionamento só será próximo de novo quando os responsáveis pela confusão em Buenos Aires forem identificados e afastados pela uniformizada.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Nobre diz que acabou de descobrir, pela imprensa, a parceria entre o futsal do clube e a Mancha e a desfez

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade