Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Após revés na estreia, Vasco encara Nova Iguaçu por reabilitação

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Em seu pior momento na temporada, o Vasco busca a reabilitação na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, nesta quarta-feira, quando encara o Nova Iguaçu, às 22horas (de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela segunda rodada. O Cruz-maltino, que perdeu a final da Taça Guanabara, primeiro turno, para o Botafogo, estreou no domingo passado perdendo de 1 a 0 para o Volta Redonda e um novo tropeço pode mergulhar de vez o clube em uma crise gigantesca. Além disso, ameaçaria a vaga nas semifinais e poderia gerar a queda do técnico Gaúcho.

Apesar de o comandante ter assumido toda a responsabilidade pelos tropeços recentes, os jogadores do Vasco preferem dividir a culpa com o comandante, já prevendo uma possível queda. Por isso, a ordem é se reabilitar o mais rápido possível e fazer a torcida esquecer o que se passou diante do Volta Redonda.

“O Gaúcho é um grande treinador e a culpa nesta hora tem que ser dividida por todos, assim como as coisas boas que com certeza podem vir a acontecer. Nós temos condições de buscar a recuperação já diante do Nova Iguaçu e vamos trabalhar demais para que isso aconteça. O jogo contra o Volta Redonda já passou”, disse o goleiro Alessandro.

Ciente de que a recuperação é muito importante, o meia Carlos Alberto, um dos líderes do atual elenco, lembra que os bons resultados só irão acontecer se o time tiver tranquilidade em campo. “O Vasco precisa se recuperar, mas ainda não há motivo para desespero. Perdemos apenas o primeiro jogo do segundo turno, mas dependemos das nossas próprias forças para conseguirmos a classificação. Portanto, temos que ter tranquilidade dentro de campo e fazer com que o nosso jogo possa fluir”.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
Apesar de Wendel não ter agradado na lateral esquerda, o jogador permanecerá no posto por conta da ausência do peruano Yotún.
Se não bastasse passar por um momento conturbado, Gaúcho ainda vai ter que lidar com desfalques. O zagueiro Dedé, servindo à Seleção Brasileira nos amistosos contra Itália e Rússia, fica de fora. Assim, André Ribeiro e Luan disputam para ver quem será o companheiro de Renato Silva. Apesar de o volante Wendel não ter agradado na lateral esquerda, ele permanecerá no posto por conta da ausência de Yotún, desfalque por estar servindo à seleção peruana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. No ataque, o jovem Romário será mantido como centroavante por conta dos desfalques de Leonardo, com tendinite nos dois joelhos, e do equatoriano Carlos Tenório, com um edema na panturrilha esquerda.

Pelo outro lado, o Nova Iguaçu também não faz boa campanha neste Campeonato Carioca. O time, que estreou no sábado sendo derrotado pelo Friburguense por 2 a 0, soma apenas cinco pontos na classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos e vale para critério de rebaixamento, ficando ameaçado de disputar a Segunda Divisão do Estadual em 2014.

Desta forma, o treinador Leonardo Condé admite que a luta este ano será contra o rebaixamento e a ordem é pontuar de qualquer maneira diante do Vasco. “Ficou claro agora que o Nova Iguaçu vai brigar mesmo nessa parte de baixo da tabela. Cada jogo agora tomou um rumo de decisão. Esse jogo contra o Vasco vai ter cara de decisão para nós. Vamos trabalhar bem a cabeça dos jogadores, recuperar e superar esse resultado ruim e buscar forças para fazer uma boa partida quarta-feira e conseguir um resultado positivo diante do Vasco”.

FICHA TÉCNICA
NOVA IGUAÇU X VASCO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 20 de março de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Leonardo Cavaleiro (RJ)
Assistentes: André Silveira (RJ) e Thiago Farinha (RJ)

NOVA IGUAÇU: Jefferson, Belarmino, Leonardo, Sílvio e Uallace; Filipe, Léo Salino, Rodrigo Souza e Dieguinho; Talles Cunha e Vinicius
Técnico: Leonardo Condé

VASCO: Alessandro, Nei, André Ribeiro (Luan), Renato Silva e Wendel; Sandro Silva, Pedro Ken, Dakson e Carlos Alberto; Eder Luis e Romário
Técnico: Gaúcho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade