Atletismo/Maratona de Boston - ( - Atualizado )

Sem suspeito, Obama promete punição dura a responsável por explosões

Washington (Estados Unidos)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, realizou um pronunciamento oficial sobre as explosões na chegada da Maratona de Boston, nesta segunda-feira. O mandatário do País lamentou o ocorrido, que deixou ao menos dois mortos e mais de 20 feridos, e prometeu punições pesadas aos responsáveis pelo ato.

As explosões ocorreram no início da tarde, mais de uma hora após os vencedores concluírem a prova, de forma que apenas atletas amadores e o público que acompanhava a corrida com 27 mil inscritos estavam na região atingida pelas bombas.

“Não sabemos quem fez isso e por que, mas não se enganem, chegaremos ao fundo disso, descobriremos quem fez e por que. Qualquer pessoa ou grupo responsabilizado por esse ato irá sentir o peso da Justiça”, afirmou Obama, na Casa Branca.

Disputada em homenagem ao Dia do Patriota, a Maratona de Boston é uma das mais populares dos Estados Unidos e está em sua 117ª edição. A cidade é uma das maiores comunidades brasileiras no exterior, o que levou 131 atletas do País a disputarem a prova. Segundo o Itamaraty, não há registro de brasileiros entre os mortos ou feridos.

Em seu discurso, Obama não utilizou o termo ataque terrorista, já que causa e origens das explosões ainda não estão esclarecidas, e ressaltou que a investigação será coordenada pela secretaria de Segurança dos Estados Unidos e o FBI.

“Boston é uma cidade muito forte e resistente e tenho certeza que suas pessoas se recuperarão disso, cuidarão umas das outras e assim que tivermos mais investigações as transmitiremos. Vamos descobrir quem fez isso e fazer com que pague”.

AFP
Barack Obama prometeu investigação e punição rigorosas em caso de explosões na Maratona de Boston

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade