Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Botafogo vence Friburguense e se garante nas semifinais da Taça Rio

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Em mais uma boa atuação, o Botafogo venceu por 3 a 1 o Friburguense e garantiu presença nas semifinais da Taça Rio. Os alvinegros mantiveram os 100% de aproveitamento no segundo turno e vão buscar o título para acabar com a competição sem a necessidade de uma final. Com 15 pontos, a equipe comandada por Oswaldo de Oliveira segue na ponta do grupo A. Já o time da serra continua com seis e viu a chance de avançar ficar muito distante.

Os botafoguenses dominaram amplamente o primeiro tempo e foram para o intervalo com boa vantagem após Bolívar abrir o placar e Fellype Gabriel aumentar o marcador. Na etapa final, foi a vez de Vitinho sair do banco mais uma vez e fazer um gol. Antes do fim, o Friburguense ainda diminuiu com gol de Marcelo.

Na próxima rodada, o Botafogo volta a Moça Bonita, no domingo, para enfrentar o Nova Iguaçu, que ainda briga por uma vaga para as semifinais da Taça Rio. Já o Friburguense vai receber o Madureira em casa, no sábado.

O jogo - O Botafogo começou a partida tendo o domínio completo do confronto. Os alvinegros rondaram a área do Friburguense até os 14 minutos, quando abriram o placar em Moça Bonita. Lodeiro cruzou, o goleiro Adílson rebateu no pé de Bolívar, que acertou belo chute no ângulo para fazer seu quarto gol no Campeonato Carioca.

O gol fez com que o Friburguense buscasse mais o ataque. O time da serra chegou a equilibrar a partida em alguns momentos, mas em um erro individual acabou sofrendo o segundo, aos 31 minutos. Diogo Guerra foi recuar para o goleiro, mas tocou fraco. Com isso, deu tempo para Fellype Gabriel chegar antes de Adílson, driblá-lo e tocar para a rede.

Satiro Sodré/AGIF
O Botafogo se manteve com 100% de aproveitamento e garantiu a classificação para as semifinais da Taça Rio
Mesmo com a vantagem, os botafoguenses seguiram criando oportunidades e por pouco não ampliaram no minuto seguinte. Após cruzamento, Rafael Marques cabeceou sozinho, mas viu a bola bater na trave direita e ir na mão de Adílson. Depois disso, o Botafogo diminuiu o ritmo nos minutos finais e foi para o intervalo a fente no placar.

Em desvantagem, o Friburguense voltou para o segundo tempo com mais atitude. Com cinco minutos, Marcelo chutou, a bola bateu na zaga e sobrou para Lohan. No entanto, o goleiro Jéfferson estava atento e saiu nos pés do atacante antes da finalização. Três minutos depois, Lohan recebeu passe dentro da área, mas chutou por cima do travessão, despediçando chance de diminuir o marcador.

O Botafogo só teve sua primeira chance aos 18 minutos, em falta cobrada por Seedorf que passou perto da trave. Depois, foi a vez de Lodeiro tabelar com holandês e finalizar na rede pelo lado de fora.

Depois de um período com a partida muita truncada no meio, o Friburguense quase fez o primeiro aos 34 minutos. Jorge Luiz chutou da entrada da área e acertou a trave direita de Jefferson. Para sorte dos alvinegros, a bola voltou para o goleiro. A resposta do Botafogo veio no minuto seguinte. Lodeiro achou Cidinho no meio da zaga e o jovem jogador só teve o trabalho de finalizar para a rede.

Quando a vitória já estava sacramentada para o Botafogo, o Friburguense conseguiu diminuir aos 40 minutos. Lohan tocou para Marcelo, que chutou pela direita da área. Jefferson ainda esncostou na bola, mas não evitou o gol. Nos minutos finais, os alvinegros passaram a administrar o resultado até o apito final do árbitro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade