Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Abel minimiza revés no Fla-Flu e mira jogo decisivo da Libertadores

Rio de Janeiro (RJ)

Ao menos no discurso, a equipe do Fluminense parece afinada. Na entrevista coletiva após a derrota para o Flamengo, por 3 a 1, pela penúltima rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o técnico Abel Braga reiterou a opinião de seus jogadores e disse que o Tricolor não fez um primeiro tempo bom, mas conseguiu melhorar na segunda etapa.

“(No primeiro tempo) A gente deixava o cara dominar, girar. No segundo, tivemos a atitude que costumamos ter. Eles aproveitaram os contra-ataques, levaram perigo, mas jogamos em cima deles”, disse Abel.

O Fluminense não depende mais de suas próprias forças para terminar a primeira fase da Taça Rio na liderança do grupo B. Com 13 pontos, a equipe das Laranjeiras está a dois do Resende, primeiro colocado.

Bruno Haddad/Fluminense F. C.
Líder do grupo 8 da Libertadores, Flu de Abel só precisa de empate contra o Caracas-VEN para garantir vaga
“Vamos entrar em campo para tentar vencer, não tem qualquer tipo de problema. Para ser campeão, você não pode escolher (adversário). Gostaríamos de ser o primeiro do do grupo, óbvio, mas não esperava ter sentido um pouco do jogo contra o Grêmio (pela Libertadores, na última quarta-feira). Difícil, mas nós já estamos lá (na semifinal da Taça Rio). Quem vai ser o adversário não importa”, afirmou.

Assim como o meia Felipe, Abel Braga acredita que a derrota no Fla-Flu não causará reflexos negativos na partida decisiva da próxima quinta-feira, contra o Caracas-VEN, pela Copa Libertadores.

“Não pode ter reflexo nenhum. Hoje nós entramos em campo já classificados. O Flamengo vem de uma série de resultados negativos, estava no momento de mostrar que tem um grande time. Eles entraram leves, sem peso, fizeram um primeiro tempo brilhante. É totalmente diferente na Libertadores. Houve falha de comunicação, de posicionamento. Mas tem jogos em que essas coisas acontecem. Agora é trabalhar. Quinta-feira é jogo especial, o torcedor vai lotar e dar força”, completou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade