Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Acertado com BNDES, Sanchez revela aproximação da Itaipava com Arena

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Em busca de realizar os últimos ajustes financeiros para o término das obras do Estádio de Itaquera, o Corinthians está próximo de receber os R$ 400 milhões acordados com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em visita ao estádio nesta quinta-feira, o ex-presidente da agremiação alvinegra, Andrés Sanchez, explicou os detalhes da negociação e afirmou que o problema está em entrave um banco que repasse o valor ao clube e a construtora.

“O BNDES já liberou o dinheiro. O problema é o banco repassador. Estamos negociando. Pode ser a Caixa, Banco do Brasil, Bradesco, Itáu”, disse. “O empréstimo está desde o começo negociado em R$ 400 milhões. São R$ 400 milhões do CID (Certificado de Incentivo ao Desenvolvimento) e R$ 400 milhões do BNDES. O dinheiro estará nas mãos do Corinthians quando fechar com o banco repassador. Os bancos não estão aceitando alguns tipos de garantia que foram dadas. O acerto deve sair nos próximos dias”, completou.

Cervejaria que investiu na Fonte Nova pretende nomear outras arenas

Além dos entraves com os órgãos nacionais, o Corinthians também busca oficializar a venda do naming rights de seu estádio. A expectativa é de que o valor arrecadado com a comercialização seja de R$ 420 milhões. A Itaipava, produto da Cervejaria Petrópolis, já estampa seu nome na Arena Fonte Nova, em Salvador, e é forte candidata ao posto.

“Nem meu filho sabe (sobre informações). Eu tenho, mas nem meu filho sabe”, brincou Andrés. “Estamos negociando com quatro ou cinco empresas. Obviamente está afunilando e estão ficando apenas três nos últimos dias. Devemos anunciar novidades nas próximas semanas. Muito antes do fim do ano”, encerrou.

Orçada em R$ 820 milhões, a construção da Arena Corinthians teve início em 30 de maio de 2011. Ao todo, mais de 1.230 trabalhadores estão envolvidos na obra, que está 70,12% concluída. A previsão é de que o término do estádio ocorra em dezembro deste ano. O primeiro jogo da Copa do Mundo de 2014 será realizado dia 12 de junho, às 17 horas (de Brasília). Além da abertura, São Paulo receberá outras três partidas da fase inicial, uma das oitavas de final e uma da semifinal.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade