Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Após cobranças, Palmeiras já vê "duas grandes equipes" em seu elenco

William Correia São Paulo (SP)

Ao assumir como diretor executivo, José Carlos Brunoro disse que tinha o objetivo de transformar o elenco reduzido que Gilson Kleina tinha em mãos em um grupo numeroso e, depois, em uma equipe. Menos de três meses depois, o clube conquistou três vitórias seguidas, todas com muitos desfalques. E o discurso é de que já há dois times competitivos no elenco.

“Éramos um grupo reduzido que agora foram duas grandes equipes”, definiu Wendel, um dos reservas que têm recebido chances e levou o Verdão a vitórias sobre Linense e Ponte Preta. “Todos têm correspondido quando entram em campo, todos são preparados para o time titular. O Gilson tem hoje a alegria de contar com duas grandes equipes porque estão todos bem e iguais.”

As palavras dos atletas, principalmente quem tem ficado mais no banco de reservas do que em campo, é de que houve uma superação para o Palmeiras chegar ao estágio atual. O orgulho fica claro nas entrevistas dos atletas principalmente pela reviravolta depois da derrota por 6 a 2 para o Mirassol.

“É natural a cobrança ser maior no Palmeiras porque vem de um rebaixamento. Após qualquer resultado, vão falar que o time é ruim. É ruim. Quem ficou sabe que a cobrança é desse jeito, e ainda estamos em um processo de recuperação do orgulho do torcedor, ainda há uma gordurinha para queimar. Mas vamos conquistar até o fim do ano com boas campanhas, títulos e o intuito maior de devolver o Palmeiras à Série A”, disse Tiago Real.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Mesmo quando atletas renomados como Wesley estão fora, reservas como Ronny dão conta do recado
“Formamos um grupo muito forte. Retornando quem estava com lesão, encorpa ainda mais porque são importantes. É muito positivo que quem está jogando ou fica de fora tem torcido um pelo outro. É um grupo unido, isso faz muita diferença. Quando o Palmeiras for campeão, o grupo inteiro será campeão”, projetou o meia.

Além dos resultados positivos nas partidas seguintes a vexatória goleada sofrida em Mirassol, o que Gilson Kleina e seus comandados mais destacam é a qualidade mostrada em campo. Apesar da vitória sobre o Linense ter ocorrido apesar de uma má atuação, Tigre e Ponte Preta foram derrotas diante de um desempenho superior e até convincente do Verdão.

“Não estamos só ganhando. Estamos taticamente bem montados, com cara de equipe competitiva e vencedora. É difícil iniciar uma temporada em um clube grande com várias dispensas e ir encaixando, mas o Palmeiras está no caminho certo”, apostou Wendel.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade