Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Após entorse por carrinho, Lúcio inicia tratamento no Reffis

São Paulo (SP)

Um carrinho dado no treinamento desta quarta-feira foi o que fez Lúcio torcer o tornozelo esquerdo. O zagueiro ficou com o pé preso no gramado, reclamou de dor e não viajou à Bolívia, onde o São Paulo enfrentará o The Strongest, nesta quinta-feira. Ainda nesta tarde, ele iniciou tratamento no Reffis, sob supervisão da fisioterapeuta Cilmara Moretti.

Em virtude do veto do departamento médico, Lúcio foi substituído por Rhodolfo entre os relacionados. Sua ausência, no entanto, não modifica a escalação inicial da equipe, já que a dupla titular de zaga vem sendo formada por Rafael Toloi e Edson Silva.

Reprodução/Instagram
Zagueiro sofreu entorse no tornozelo esquerdo
O camisa 3 perdeu espaço na rodada passada da Libertadores. Durante a partida contra o Arsenal, na Argentina, ele não gostou de ter sido substituído e externou sua insatisfação indo direto para o vestiário. Na volta ao Brasil, transferiu a responsabilidade da derrota ao técnico Ney Franco, dizendo que, quando deixou o campo, o placar “estava 0 a 0”.

Dias depois da polêmica declaração, ele pediu desculpas e chegou a atuar novamente mais tarde, porém em ocasião na qual o grupo principal havia sido poupado. Segundo disse o treinador, na terça-feira, a desavença anterior foi sanada e não há mais nenhum problema.

"O Lúcio treinou muito forte hoje (terça-feira), foi muito empenhado. Estamos agindo olho no olho com o grupo. Posso até cometer erros, mas tenho seguido critérios. Não posso sacar o Edson, que vem em um momento muito bom", explicou, no dia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade