Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Após goleada por 7 a 0, Chamusca deixa comando da Portuguesa

São Paulo (SP)

Péricles Chamusca não resistiu à goleada sofrida no último sábado por 7 a 0 para o Comercial-SP e deixou o comando da Portuguesa nesta segunda-feira. De acordo com nota divulgada no oficial do clube, a saída do treinador foi decidida “em comum acordo”.

Ao lado do técnico, deixam o Canindé também o auxiliar João Marcelo, o preparador físico Flávio Oliveira e o treinador de goleiros Marquinhos. Nesta terça-feira, o responsável por comandar a Portuguesa no jogo contra o Naviraiense-MS, dentro de casa, será o auxiliar Coronel Pimenta.

Chamusca foi contratado no começo da temporada para substituir Geninho, que havia saído do clube no final do ano passado. O agora ex-treinador esteve à frente da equipe em 22 jogos, conquistando 14 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, o que resultou em um aproveitamento de 69%.

Divulgação/Portuguesa
Chamusca teve bom aproveitamento à frente da Portuguesa, mas acabou não resistindo à goleada de sábado
A Portuguesa havia encerrado a primeira fase da Série A2 do Campeonato Paulista em segundo lugar. No octogonal, venceu os dois primeiros jogos, mas acabou sendo surpreendida pelo Comercial, em Ribeirão Preto, e sofrendo a goleada histórica. Mesmo assim a Lusa segue em segundo lugar do Grupo 2 do Estadual, posição que daria à equipe uma vaga na primeira divisão, caso a competição tivesse sido encerrada.

O jogo contra o Naviraiense, válido pela Copa do Brasil, será disputado às 21h50 (de Brasília) desta terça-feira, no Canindé. Uma vitória simples dá aos anfitriões a classificação. No final de semana, a Lusa reencontra o Comercial, também como mandante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade