Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Após primeiro gol, Nobre já lamenta por não poder comprar Kleber

William Correia São Paulo (SP)

Kleber já tratou de três lesões diferentes no Palmeiras em quase três meses, só atuou em sete jogos e ainda perdeu pênalti na decisão que eliminou o time nas quartas de final do Paulista. Mas bastou ter balançado as redes no empate por 1 a 1 no tempo normal, em seu primeiro gol pelo clube, para o presidente já lamentar não ter dinheiro para ficar com ele em definitivo.

“O Palmeiras ainda está em uma situação financeira em que não adianta ficar pensando em comprar jogadores. Mas gostaria muito de ter o Kleber até o final do ano”, disse Paulo Nobre, ciente de que o camisa 9 está emprestado pelo Porto até 30 de junho, com um pré-acordo para prorrogar o vínculo até dezembro caso o clube português não exija sua volta no segundo semestre.

O mandatário é fã do jogador, que chegou a ser convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira em 2011. Na segunda-feira, logo depois de reunião na Federação Paulista de Futebol, ressaltava sua confiança no jogador que, naquele momento, parecia estar, enfim, recuperado de contusão.

O dirigente conta que tinha confiança no gol do jogador após ele sair do banco na Vila Belmiro. Foi a primeira partida de Kleber desde 20 de março. Nesse período, o atleta, que já se apresentou com lesão muscular, tratou de tendinite no joelho direito e, posteriormente, de desconforto na coxa direita.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Nobre espera que Porto não queira Kleber em julho, oficializando pré-acordo de empréstimo até dezembro
Nobre apoia tanto o substituto de Barcos que viu azar no lance que tem marcado Kleber até agora, quando preferiu iniciar uma sequência de dribles em vez de chutar ou tocar para colegas livres e perdeu a bola na grande área do Tigre segundos antes de o time argentino fazer o gol da vitória, no último lance do jogo.

O próprio jogador admitiu displicência na jogada, mas Nobre discorda. “O Kleber teve uma falta de sorte muito grande no jogo contra o Tigre, na Argentina. Até cantei a bola que ele iria empatar o jogo (contra o Santos) e fiquei muito, muito feliz com o gol dele.”

Nobre, enfim, pode sorrir para falar do reforço tido pela diretoria como mais badalado para a temporada. “O Kleber desencantou, fez seu gol, e tenho certeza de que será o primeiro de muitos que esse centroavante vai fazer pelo Palmeiras”, apostou o dirigente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade