Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Bernard revela receio após lesão, mas garante empenho nas oitavas

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG terá um time reforçado na partida de quinta-feira, contra o São Paulo no Morumbi. No último encontro entre alvinegros e tricolores, o Galo não contou com as presenças de Diego Tardelli e Bernard, que estavam no departamento médico. Bernard se recuperou de lesão no ombro, mas ainda tem um pouco de receio de voltar a sofrer contusão no local, o que segundo ele, não vai atrapalhar no jogo contra os paulistas.

“Sinto um pouco de receio ainda em se tratando da luxação, porque sei o que pode me trazer se tiver outra. Posso ficar um tempo maior parado, mas não posso pensar nisso. Em momento de decisão tem que se expor e dar o melhor. Não vou mudar minhas características e vou continuar da mesma maneira. No último jogo sofri um susto, mas às vezes, nessas batidinhas, vejo como está o ombro”, declarou.

Bernard retornou aos gramados na partida de sábado contra o Tombense, atuou durante 90 minutos, mas revela que mesmo assim ainda não se sente 100% fisicamente. O atleta acredita que o ritmo de jogo ideal só vai acontecer com a sequência de jogos, por isso, nem pensa em ficar fora ante o São Paulo.

“Fiquei feliz de ter atuado os 90 minutos, mas me senti sem ritmo, já que as condições não são das melhores. O Tardelli ficou menos tempo parado que eu e acredito que ele vá se recuperar rápido. Quinta quero estar mais descansado, não só o físico, mas o psicológico também. Quero estar concentrado para errar o mínimo possível. Vou sentir um pouco ainda, mas vou dar o meu máximo”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade