Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Boca bate o Barcelona-EQU, volta a vencer em casa e dorme líder

Buenos Aires (Argentina)

Uma das principais armas do Boca Juniors, a Bombonera voltou a fazer a diferença para a equipe. O time de Buenos Aires vinha em má fase atuando como mandante, mas venceu a primeira partida pela Copa Libertadores em seu estádio nesta quinta-feira, derrotando o Barcelona de Guaiaquil por 1 a 0.

Titular pela primeira vez na Libertadores, o atacante Nicolás Blandi fez valer a confiança do técnico Carlos Bianchi e abriu o placar aos nove minutos, quando o zagueiro Guillermo Burdisso ajeitou de cabeça um cruzamento para o camisa 25 chegar de carrinho na pequena área, desviando a bola com o braço.

AFP
Blandi marcou o gol da vitória (Foto: Alejandro Pagni)
O atacante quase marcou seu segundo gol na partida aos 29 minutos ao cabecear um cruzamento no travessão. No final do jogo, o Barcelona ensaiou uma pressão, mas não conseguiu empatar a partida.

No entanto, um lance aos 40 minutos gerou confusão. O zagueiro Matías Caruzzo cometeu um suposto pênalti sobre o atacante Ariel Nahuelpan, ex-Coritiba, que não foi marcado pelo árbitro brasileiro Ricardo Marques Ribeiro. No final do jogo, os jogadores do Barcelona foram protestar contra o juiz.

Assim, os xeneizes vencem a primeira partida em La Bombonera. Apesar da tradicional força do estádio, a equipe somava duas vitórias fora de casa e duas derrotas em casa até aqui na Copa Libertadores.

O resultado também serviu para fazer com que o Boca durma na liderança do Grupo 1. O time soma nove pontos, dois a mais do que o Nacional, que pode retomar a primeira posição caso derrote o Toluca em casa na quinta-feira. O Barcelona é o lanterna com três pontos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade