Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Botafogo negocia contratação do paraguaio Roque Santa Cruz

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Botafogo está negociando a contratação do atacante Roque Santa Cruz, que por muitos anos defendeu a seleção paraguaia. O jogador, de 31 anos, tem contrato com o Manchester City, mas está emprestado ao Málaga, da Espanha, onde é considerado reserva.

O gerente executivo do Alvinegro, Aníbal Rouxinol, teve algumas reuniões com representantes do atleta e deixou a negociação bem encaminhada. Em um dos encontros participou ainda Aproniano Santa Cruz, pai do atleta.

Nas reuniões os representantes do jogador e Aproniano Santa Cruz ficaram encantados com a estrutura de General Severiano e mais animados depois de saberem que o clube conta uma excelente estrutura. A presença Clarence Seedorf também foi algo que pesou.

“Tivemos uma reunião inicial, apenas para saber a situação, já que surgiu essa possibilidade. Mas não existe nada de concreto”, afirmou Aníbal Rouxinol.

AFP
Roque Santa Cruz tem passagens por grandes europeus como Bayern e Manchester City
A questão salarial é o último entrave, mas não deve ser um empecilho. Roque Santa Cruz recebe cerca de R$ 450 mil no Málaga e teria que aceitar uma redução para defender o Botafogo. Porém, o salário dele não diminuiria muito. Além disso, o Botafogo não precisaria arcar com nada para liberar o jogador, que tem vínculo com o Manchester City somente até 30 de junho.

Uma fonte ligada ao jogador revelou que Flamengo e Vasco também demonstraram interesse. Os vascaínos declinaram após saberem do salário. O Rubro-Negro segue no páreo, pois procurou antes o paraguaio. Porém, com a entrada do Botafogo no negócio o Flamengo ficou para trás, pois os representantes do atacante ficaram mais inclinados a fechar o negócio.

O Botafogo vem deixando claro que pretende contratar um atacante de peso para o Campeonato Brasileiro. Outro nome que interessa é Marcelo Moreno, que está de saída do Grêmio. Para o ataque o clube conta atualmente com Rafael Marques, Bruno Mendes, Henrique e Sassá.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade